Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

24/03/2011 - Portal Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

SP: operação da PF prende 17 por fraude trabalhista

Por: Chico Siqueira


Agentes da Polícia Federal prenderam na manhã desta quinta-feira 17 pessoas - entre elas empresários, líderes sindicais e um delegado do Ministério do Trabalho - acusadas de participar de um esquema de fraudes entre empregadores, empregados e funcionários do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) na região de São José do Rio Preto, interior de São Paulo.

A operação, batizada de Tamburutaca, mobiliza mais de 200 agentes em 14 cidades da região para cumprir 44 mandados de busca e apreensão e 18 mandados de prisão. O delegado chefe da PF de Rio Preto, William Marcel Murad, não quis dar detalhes da operação mas confirmou a prisão das 17 pessoas. "Não posso dar informações porque foi decretado sigilo e a divulgação pode atrapalhar o andamento e o sucesso da operação", disse o delegado. "Estão sendo cumpridos 44 mandados de busca e apreensão e 18 de prisão, sendo duas preventivas e 16 temporárias", disse.

O esquema consistia no pagamento de propinas a fiscais do MTE para livrar as empresas do pagamento de multas por irregularidades trabalhistas. Entre os presos está o delegado regional do MTE em Rio Preto, Robério Caffagni e líderes sindicais, que também participariam do esquema. Ainda pela manhã, agentes da PF prenderam o delegado, que mora em um condomínio de Rio Preto. Ele prestava depoimento no início da tarde na delegacia.

A operação, que é fruto de dois anos de investigações, causou a paralisação do atendimento ao público nas delegacias do Ministério do Trabalho e da Polícia Federal, para onde estão sendo levados documentos fiscais e computadores apreendidos e os acusados. Por isso, segundo a PF, o atendimento e a emissão de passaporte foram suspensos e só devem ser retomados nesta sexta-feira.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 473 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal