Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

18/03/2011 - Mais Comunidade Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presa quadrilha de falsificadores

Por: Ludmila Mendonça

Quatro homens estavam hospedados em um hotel de Planaltina com documentos pessoais e bancários falsificados quando foram surpreendidos por policiais militares.

Quatro homens que estavam hospedados em um hotel na Quadra 1, Bloco E, na Avenida Independente, de Planaltina, foram presos, às 22h da noite de ontem, acusados de fazer parte de uma quadrilha de falsificação de documentos. Foram encontrados com o grupo 31 cédulas de identidade falsificadas, 26 contra-cheques, 27 faturas de cartão de crédito, dois CPF´s, três cartões magnéticos de bancos e quatro comprovantes de abertura de contas. Eles usavam os documentos falsos para abrir contas em bancos, depois sacar o valor máximo delas e sumir com o dinheiro.

Os integrantes da quadrilha são do Ceará, mas vieram de São Paulo para cometer os crimes no Distrito Federal. Eles foram identificados como: Evandro de Castro, 25 anos, José Fabiano de Castro Teixeira, 26 anos, Francisco Rodrigues Pires, 22 anos, Fernando Cordeiro da Silva, 20 anos.

Segundo o delegado-chefe, Marcos de Oliveira, da 16ªDP (Planaltina) onde o crime foi registrado, conta que policiais militares 14º BPM receberam uma informação anônima de que quatro homens que estavam hospedados em um hotel da região seriam suspeitos de pedofilia. Quando eles chegaram no local encontraram o grupo, mas em vez do crime de pedofilia, encontraram os documentos falsificados e de origem criminosa. Todo o material foi apreendido e encaminhado a delegacia.

O delegado conta que no momento da prisão, dois dos acusados tentaram subornar os policiais militares oferecendo a quantia de R$20 mil. O dinheiro seria entregue por outro membro do grupo, que estava vindo de São Paulo e que chegaria ao DF, na noite de hoje. Os integrantes disseram aos agentes que iriam pedir o dinheiro para o chefe deles que é um fazendeiro rico. Os quatro foram encaminhados à delegacia onde foram autuados por tentativa de estelionato, corrupção ativa, formação de quadrilha e uso de documentos falsos. De condenados eles podem pegar até 20 anos de reclusão.

Ajuda da população

O delegado Marco de Oliveira informou que a ação da prisão dos acusados foi possível por a população ter feito uma denúncia anônima e que esse tipo de ação conjunta é um fato muito importante para a polícia, pois com a ajuda da população os agentes podem retirar o máximo de criminosos das ruas. “É muito importante esse tipo de denúncia. Peço para que quem souber de alguma informação de crimes ou que percebam alguma situação estranha liguem para o número 197. A identidade do delator não é divulgada, ajuda o trabalho da polícia e torna nossas ruas mais seguras”, relata o delegado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 504 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal