Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

18/03/2011 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

DDF prende três acusados de golpe


A Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) prendeu, esta semana, uma quadrilha especializada em aplicar o ´golpe do bilhete premiado´, também conhecido como ´Conto do baludo´. Os acusados, Edna Alves de Sousa, Regiane Aparecida Soares e Emílio Rodrigo de Matos, nascidos em Rio Claro (SP), já tinham aplicado golpes semelhantes no Rio Grande do Norte. Com eles foram apreendidos R$ 15 mil e U$ 52,00, da vítima do golpe, cinco celulares, dois notebooks e os bilhetes utilizados durante o golpe. Eles serão indiciados por furto mediante fraude e formação de quadrilha.

De acordo com o delegado Jaime Paula Pessoa, a quadrilha já vinha sendo investigada há algum tempo. "Recebemos a denúncia da Polícia do Rio Grande do Norte e passamos a tentar encontrar essa quadrilha. No Estado vizinho, eles aplicaram dois golpes, nos valores de R$ 200 mil e R$ 126 mil. Desde então, iniciamos as investigações e conseguimos capturá-los em flagrante", explicou

Na tarde da quarta-feira, Edna Alves fingiu ser uma pessoa desinformada que portava um bilhete premiado. Ela aproximou-se da vítima e mostrou o papel. Nesse momento, Regiane Aparecida, dizendo-se uma psicóloga desconhecida apresentou-se e ofereceu ajuda.

Baludo

Ao informar de que o bilhete estaria premiado com R$ 3,5 milhões, ela ofereceu uma quantia (em cédulas disfarçadas - o chamado ´baludo´) como garantia de que iria "ajudar" Edna a resgatar o dinheiro. Em seguida, ela pediu uma garantia da vítima, que sacou R$ 15 mil em uma agência bancária.

Ao se encaminharem a outro banco para sacar mais dinheiro como forma da suposta garantia, a quadrilha foi presa em flagrante pela Polícia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 782 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal