Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

16/03/2011 - Pequenas Empresas & Grandes Negócios Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Modelos estatísticos ajudam a prever o risco de crédito das empresas

Por: Rodrigo Sanchez

Tweet Compartilhe Ferramentas de CreditScorings deixam o processo de concessão de crédito mais ágil e objetivo.

Cada vez mais as empresas buscam rentabilizar seus negócios. Esse movimento desafia o processo de crédito, demandando agilidade e precisão nas concessões de crédito e na gestão da carteira, sem desviar o foco da redução do risco de perdas por inadimplência e fraudes.

Muito popular nos mercados financeiro e de telecomunicações, as ferramentas estatísticas são grandes aliadas no processo de concessão de crédito a empresas e vêm ganhando força também em outros segmentos econômicos e entre empresas de todos os portes. Essas ferramentas deixam o processo de concessão mais ágil e objetivo, apoiando o processo decisório das empresas e a quantificação do risco da carteira. Também permitem que as empresas precifiquem seus produtos e serviços de acordo com o risco, além de abrirem um grande leque de oportunidades a partir da gestão de risco da carteira.

Mais conhecidos como CreditScorings (do inglês “pontuação de crédito”), são modelos estatísticos elaborados a partir de técnicas avançadas capazes de analisar o comportamento de crédito de empresas, atribuindo uma pontuação comumente associada à probabilidade de risco de crédito de um proponente. Trata-se de uma verdadeira tecnologia de crédito em constante evolução e cada vez mais assertiva.

Quanto maior, mais qualificado e completo for o banco de dados usado na criação do modelo estatístico, melhor será o poder de predição do CreditScoring. Por isso, muitas empresas têm combinado suas informações internas com as dos birôs de crédito, criando modelos próprios poderosos e muito eficazes para a gestão de crédito.

A título de curiosidade, um exemplo bastante simples e que ilustra bem o quanto a estatística está presente em nosso cotidiano é uma consulta médica. Nela o doutor mede nossa altura, pressão, peso, pergunta se bebemos ou fumamos, se temos histórico de doença na família, se praticamos alguma atividade física etc. Está colhendo nossas informações que, combinadas com as mais avançadas técnicas da medicina, servirão de base para que ele nos dê um diagnóstico de nossa saúde e a propensão a desenvolvermos determinadas doenças, pelo nosso perfil de risco. Mal comparando, é assim também no processo de concessão de crédito a empresas a partir do uso de CreditScorings.

É importante lembrar que estamos vivenciando um momento único na história econômica brasileira. Analistas preveem que nossa economia será a sétima maior do mundo já em 2011. A demanda por crédito tem crescido substancialmente, e segundo o BNDES, a relação Crédito/PIB que fechou 2010 na casa de 47%, deverá estar próxima de 70% até 2014. Passamos também por um processo de alta mobilidade social, aumento da formalização do emprego, criação de novos postos de trabalho, e crescimento da população economicamente ativa e da classe média.

Essa conjuntura representa muitas e novas oportunidades de negócios, que precisam ser bem gerenciadas. E os modelos de scorings são importantes aliados, para empresas de todos os portes e segmentos, completarem a sua análise de crédito sem que seja necessário um vultoso investimento.

O processo de concessão, ora baseado somente nos relatórios de crédito que mostram a situação do cliente na data da análise, ganha muito mais eficiência, pois é possível medir, com maior assertividade, a probabilidade do que pode acontecer no futuro.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 186 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal