Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

16/03/2011 - Infonet Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude em Brejo Grande provoca prejuízo milionário

Por: Kátia Susanna

Na manhã desta quarta-feira, 16, várias pessoas foram conduzidas a sede da Polícia Federal. Vários documentos foram recolhidos pelos agentes da PF do apartamento do prefeito de Brejo Grande .

Na manhã desta quarta-feira, 16, agentes da Polícia Federal passaram mais de duas horas dentro do apartamento do prefeito do Município de Brejo Grande, Carlos Augusto Ferreira. No prédio de luxo localizado no bairro Jardins, zona sul da capital, os agentes recolheram vários malotes contendo documentos.

O delegado Daniel Horta, que estava na operação, deixou o local sem falar com a imprensa, mas adiantou que todas as informações sobre um esquema fraudulento de licitações no município serão passadas na tarde desta quarta, na sede da Polícia Federal.

De acordo com a PF, as investigações que terminaram no cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão e cinco de condução coercitiva nas cidades de Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e Brejo Grande, foram iniciadas há dois meses.

Algumas pessoas que foram conduzidas à sede da PF acompanhadas pelos agentes federais não falaram com a imprensa. O advogado da federação dos municípios do Baixo São Francisco, Adalício Norbeck, foi até a sede da PF, mas não conseguiu informações a respeito do processo.

O chefe de operações da PF, delegado Márcio Alberto, preferiu não adiantar as informações que serão passadas daqui a pouco, mas garantiu que os agentes continuam atuando na operação e outras pessoas podem ser conduzidas a sede do órgão para prestar esclarecimentos.

Esquema

A informação da PF é que todos os mandados foram expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região, em Recife. Durante os trabalhos investigativos o setor de inteligência da PF constatou irregularidades em licitações e procedimentos de dispensa de licitação para construção de obras públicas de Brejo Grande.

As fraudes eram cometidas de duas formas. Em uma primeira modalidade, eram montadas licitações na modalidade convite com participação de uma empresa real e outras duas empresas fantasmas; no segundo tipo de fraude, aproveitou-se a decretação de estado de emergência no Município para dispensar licitação e contratar diretamente empresa fantasma que subempreitou a obra a uma outra empresa, mediante pagamento de propina. Um prejuízo de mais de R$ 2 milhões e 400 mil.


Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 253 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal