Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

17/03/2011 - UOL Notícias / InfoMoney Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Aumenta uso de malware com foco em roubo de dinheiro em contas on-line


SÃO PAULO – Aproveitando-se dos constantes avanços da internet, hackers passaram a se valer de uma ferramenta extremamente lucrativa, com o objetivo de cometer fraudes ou roubar dinheiro de usuários por meio do canal bancário on-line.

Segundo dados da PandaLabs, o chamado Trojan - malware (programa malicioso) que age entrando no computador e liberando uma porta para uma possível invasão - continua a ser o mais popular tipo de ameaça aos sistemas, respondendo por 70% de todos os novos malwares.

"A proliferação de ferramentas on-line que permitem que pessoas sem conhecimento técnico criem trojans em minutos e, como consequência, negócios ilegais - especialmente quando se permite o acesso a dados bancários - é responsável pelo crescimento impressionante do vírus", afirma o diretor técnico do PandaLabs, Eduardo D'Antona.

Nos primeiros meses do ano criaram-se, em média, 73 mil tipos de softwares maliciosos todos os dias, um aumento de 26%, ante os 63 mil modelos de malware que surgiam diariamente em 2010.

Cuidados

Em particular, a PandaLabs adverte para a utilização crescente dos downloaders, um tipo de Cavalo de Troia que, depois de infectar o computador, se liga à internet para descarregar sequências mais perigosas.

Diferentemente dos trojans, os downloaders têm poucas linhas de código, por isso, pesam pouco, o que faz com que passem despercebidos no sistema dos usuários. Já os vírus convencionais foram responsáveis por 16,82% do total de peças criadas durante os primeiros meses de 2011.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 101 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal