Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

16/03/2011 - Business Wire Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Operadoras móveis da América Central e do Sul sob ameaça de fraude “SIM Box”, diz Revector

Os custos para cada operadora de rede podem alcançar ‘dezenas de milhões de dólares americanos’ por ano.

ORLANDO, Flórida-(BUSINESS WIRE)-Redes móveis e reguladores governamentais estão admitindo perdas anuais desconcertantes de receita devido a fraudes do tipo “GSM Gateway” ou “SIM Box”. Isto surge depois de reivindicações da empresa especialista em antifraude móvel, Revector, de que a fraude tipo “SIM Box” pode estar custando facilmente US$ 150 milhões em perdas de receita para as operadoras.

A fraude do tipo “SIM Box” ocorre quando pessoas ou organizações compram milhares de cartões SIM (Módulo de Identificação do Assinante, o cartão usado para ativar os celulares) oferecendo chamadas gratuitas ou baixo custo para números móveis. Os cartões SIM são então usados para fazer com que as chamadas nacionais ou internacionais não sejam feitas por meio das operadoras de rede móvel, fazendo com que sejam como chamadas locais, tirando as receitas das operadoras.

Andy Gent, CEO da Revector, comentou: “Nossos estudos de mais de 50 redes móveis durante os últimos dois anos demonstram que os níveis de fraude estão ultrapassando os US$ 150 milhões anualmente”.

A Revector identificou fraude tipo “SIM Box” ilegal por toda a América Central e do Sul, incluindo Brasil, Colômbia, México, Argentina, Chile, Bolívia, El Salvador, Honduras e pela região do Caribe. Em alguns casos, os cartões SIM estavam gerando até 10 centavos por minuto por mais de 20 dias por mês, custando para uma operadora até US$ 3.000 por cartão SIM, por mês, em perda de receita.

“Recentemente, o governo de Gana na África Oriental informou que a fraude tipo “SIM Box” custou US$ 5,8 milhões apenas em roubo de impostos. É provável que as Américas Central e do Sul apresentem níveis iguais ou maiores de fraude, onde as operadoras não têm tomado medidas para combater esta atividade ilegal”, diz Gent.

A escala de fraude tipo “SIM Box” é impulsionada pela fácil disponibilidade de hardware de portal GSM e a variedade de diferentes ofertas disponibilizadas pelas operadoras de rede móvel. “Temos visto países onde dezenas de milhares de cartões SIM estão sendo usados para término ilegal a qualquer momento”, Gent continuou. “As operadoras estão deixando receitas consideráveis escaparem por meio dos dedos de seus acionistas”. A qualidade da chamada pode ficar gravemente reduzida e recursos padrão, como identidade da linha do chamador, estão perdidos”.

A Revector oferece às operadoras de rede móvel, reguladores e governos uma maneira rápida e rentável para identificar fraude tipo “SIM Box” de forma que seja possível suspender os cartões SIM fraudulentos em tempo real.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 380 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal