Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

15/03/2011 - Monitor Mercantil Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

SEC pega novo tipo de fraude no mercado norte-americano

Por: Nelson Priori


A Securities and Exchange Comission formou processo contra uma empresa administradora de um fundo de investimento e seus dois fundadores, acusando-os de orquestrar um esquema multifacetado para fraudar os clientes e não cumprir as obrigações fiduciárias. A SEC alega que Eugenio Verzili e Arturo Rodriguez, através da empresa Juno Mãe Terra Asset Management LLC, desviaram ativos dos investidores e também inflaram os valores dos que se encontravam sob sua gestão, arquivando informações falsas no regulador. Segundo o levantamento da SEC, Verzili e Rodriguez fizeram desaparecer cerca de US$ 1,8 milhão de ativos do fundo de hedge, usando tais recursos para o pagamento das despesas operacionais da Juno, relacionadas a folha de pagamento, aluguel, viagens, refeições e entretenimento. Além disso, fizeram o lançamento de notas promissórias para ocultar uma parcela substancial de sua apropriação indevida. Os dois fundadores do fundo também alteraram o montante de capital que alguns parceiros teriam investido em um dos seus fundos Juno, informando que eles haviam investido milhões de dólares, quando na verdade nada tinham investido nos fundos.

"Verzili e Rodriguez e sua empresa violaram os direitos mais fundamentais de um consultor de investimentos por mentir aos seus clientes e malversação do dinheiro que lhes foi confiada", disse George S. Canellos, diretor de Nova York da SEC. "Eles agravaram seus erros ao fornecer informações falsas em documentos protocolados". De acordo com a acusação da SEC apresentada na Corte Distrital dos EUA, a Juno vendeu ações e commodities de clientes e dirigiu 41 transferências separadas de dinheiro para a conta bancaria do fundo, afirmando falsamente que as transferências foram reembolso de despesas. Verzili e Rodriguez, posteriormente, emitiram nove notas promissórias para fazer parecer que o fundo de cliente tivesse investido o dinheiro no fundo Juno. Os acusados também estão sendo responsabilizados por terem aconselhado e comercializado investimentos, sem revelar as precárias financeiras da instituição. E também que Juno devia um mínimo de R $ 1,2 milhão a um cliente.

A SEC alega que o fundo apresentou falsos formulários a fim de evitar o cancelamento com a Comissão, alegando que nos arquivamentos que Juno conseguiu US$ 40 milhões a mais do que realmente fez. Verzili e Rodriguez foram os responsáveis pelo fornecimento das notificações falsas e não divulgaram que a Juno estava envolvida em operações de capital e tinha a custódia dos ativos dos clientes. Verzili e Rodriguez vão responder pela violação das disposições antifraude do Securities Act de 1933, do Securities Exchange Act de 1934 e da Lei de Consultores de Investimento de 1940, bem como violações regulatórias adicionais baseados da Lei Advisers. Enquanto isso, a SEC busca injunções permanentes, devolução de ganhos ilícitos, acrescido de juros pré-julgamento e sanções pecuniárias.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 326 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal