Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

15/03/2011 - Folha de São Paulo / Reuters Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpistas aproveitam redes sociais para vender falsas ações


A grande popularidade do Facebook e de outros sites de mídia social originaram um tipo de indústria de falsários, que prometem a investidores uma chance de lucrar adquirindo antecipadamente ações desse tipo de empresa que ainda não foi listada em bolsa de valores.

Embora a venda de ações antes da oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) esteja realmente ocorrendo, investidores devem ficar alertas, pois indivíduos que fazem tentativas de agenciá-los podem estar cometendo fraudes, afirmou a Autoridade Reguladora da Indústria Financeira dos Estados Unidos (Finra, na sigla em inglês) nesta terça-feira.

"Investidores precisam entender que é extremamente raro e improvável que o investidor médio tenha acesso a ações desse tipo de companhia de mídias sociais antes que elas sejam comercializadas publicamente, se é que elas serão", afirmou o vice-presidente para ações educativas a investidores da Finra, Gerri Walsh.

Uma simples busca na internet revela vídeos do YouTube dizendo a investidores como é possível comprar participação em companhias de mídias sociais em oportunidades supostamente animadoras, assim como blogs dedicados a papéis não registrados em bolsa ou sem registro no mercado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 150 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal