Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

11/03/2011 - Alagoas 24 horas Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Irmão acusa vereador de estelionato e ameaça

Por: Vanessa Alencar

Homem reuniu imprensa, na Central de Polícia, para denunciar o caso.

O motorista Joaquim Rodrigues Valença Neto, de 47 anos, procurou a imprensa na tarde desta sexta-feira, 11, para denunciar que foi vítima de estelionato e está sendo ameaçado pelo próprio irmão, Carlos Henrique de Azevedo Valença, que é vereador pelo DEM e presidente da Câmara Municipal de São José da Laje.

Joaquim contou à reportagem que emprestou R$ 25 mil ao irmão e financiou, em seu nome, um veículo L 200 no valor de R$ 114 mil para o vereador. “Quando ele quitou o carro, não quis pagar os 25 mil que ainda me devia, por isso não passei o veículo para o nome dele. Ele então falsificou minha assinatura para transferir o carro para o nome da esposa”, afirmou.

Segundo Joaquim, sua assinatura foi falsificada no Cartório do 6º Ofício e no Detran. “Nunca passei nem na porta do cartório onde abriram firma em meu nome. Tanto no Detran quanto no cartório, levei os documentos originais do veículo e alertei sobre a fraude”.

O motorista também prestou queixa no 22º Distrito Policial e foi informado, pela delegada Maria Aparecida, que o vereador e a esposa foram chamados para prestar esclarecimentos sobre o caso na próxima segunda-feira, 14, às 10h.

“Além de ter tido minhas assinaturas falsificadas, ainda estou sendo ameaçado de morte pelo telefone”, desabafou Joaquim, mostrando os documentos que comprovam que o veículo ainda está em seu nome.

Ao ser questionado sobre o posicionamento do vereador acerca do imbróglio, o motorista resumiu: “Meu irmão disse que não está preocupado, porque com gente rica não acontece nada”.

A reportagem tentou entrar em contato com o vereador por meio de seu telefone celular, mas o aparelho estava com um assessor. Ao ser informado sobre o teor das denúncias feitas por Joaquim, o assessor informou que o denunciante teria problemas mentais. Ele também disse que, mais tarde, o vereador se pronunciaria sobre o assunto.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 252 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal