Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

05/03/2011 - Midiamax Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Paulistec, que foi flagrada vendendo diplomas falsos em MS, é fechada em Minas Gerais

Por: Márcio Leal


A escola Paulistec que foi fechada em Campo Grande pela policia na “Operação Formatura”, em junho de 2010, teve mais uma unidade fechada, desta vez em Belo Horizonte (MG), nesta sexta (5). Há indícios de vendas de diplomas no Rio de janeiro, Espírito Santo, Goiás e Bahia. Já em Mato Grosso do sul e São Paulo as investigações continuam em andamento.

Em MS, a Paulistec foi obrigada a ressarcir os alunos após decisão judicial e ações juntos ao Procon-MS. Agora também é alvo de investigações pela Policia Civil de Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo.

Segundo, o delegado responsável pelas investigações em Minas, Islande Batista a policia mineira trocará informações com as policias de Mato Gros do sul e São Paulo, onde já há inquéritos envolvendo a Paulistec.

Ainda segundo o delegado, caso seja comprovado o crime, Mauro de Napoli proprietário da Paulistec e morador de São Paulo, será indiciado pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica, e falsificação de documentos, as penas somadas podem chegar a 16 anos de prisão. Em Belo Horizonte aproximadamente mil pessoas caíram no golpe do falso diploma. Cada certificado de conclusão do ensino médio custava R$ 790.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 333 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal