Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

28/02/2011 - Capital News / Agência Brasil Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Civil faz operação contra a pirataria no centro do Rio

Por: Valquíria Oriqui


A Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial faz hoje (28) uma operação que visa a combater a pirataria no mercado popular da Uruguaiana, no centro do Rio de Janeiro. Neste momento, 40 agentes da divisão fiscalizam os boxes do camelódromo.

Somente na manhã de hoje, duas pessoas foram presas suspeitas de envolvimento com a falsificação. Os policiais encontraram tênis, relógios, skates, pilhas, material esportivos e roupas pirateados. De acordo com o delegado responsável pela operação, Alessandro Thiers, a ação só afetará os comerciantes que trabalham ilegalmente.

“A gente está aqui pra colocar ordem e combater a pirataria. Vários comerciantes vieram conversar comigo, estão trabalhando de maneira legal, com produtos legais. Esses nós não vamos incomodar. Agora aquele que estiver trabalhando com produto pirata irá sentir o peso da Polícia Civil”, disse Thiers.

A maioria das lojas não abriu nesta segunda-feira. Segundo o delegado responsável pela operação, isso não vai evitar a continuidade da fiscalização “A gente não vai sair daqui, vamos ficar aqui direto. Se tiver pirataria aqui dentro, ou a pessoa vai abandonar [a loja] ou não vai vender. A gente não vai sair daqui da Uruguaiana. Ficaremos por tempo indeterminado.”

Thiers disse ainda que a operação na Uruguaiana é apenas a primeira na cidade e servirá de exemplo para todas os outros mercados populares da capital fluminense, que também serão vistoriados. Há cerca de um mês, agentes da mesma delegacia estiveram no camelodrómo. Na ocasião, todos os cerca de 1,5 mil boxes foram fechados para a fiscalização. O material apreendido lotou 11 caminhões.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 154 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal