Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

25/02/2011 - Diário do Pará Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem aplica golpe se passando por juiz


“Ei, eu te conheço de algum lugar, você lembra de mim?”, foram com essas palavras que o ex-motorista da Polícia Civil, João Silvério Agelim, 54 anos, deu início ao golpe que daria um prejuízo de R$ 500 a um engenheiro civil. O crime ocorreu por volta das 18h de ontem, em um supermercado na Doca de Souza Franco.

O engenheiro saía do supermercado quando foi abordado por João. Depois de se fazer passar por um conhecido da vítima, o acusado pediu R$ 500 emprestado. O argumento usado para a vítima dar o dinheiro foi que o carro dele estava quebrado e os cartões bloqueados. “Ele chegou querendo que eu adivinhasse de onde o conhecia. Depois já veio com a história do carro. Ele me mostrou uma chave, que seria do automóvel, e disse que era juiz da 13ª Vara de Marabá. Ele acabou me convencendo e eu emprestei o dinheiro”.

Logo após entregar a quantia ao falso juiz, a vítima se deu conta de que havia caído em um golpe e correu atrás do acusado. Ao pedir de volta o dinheiro, a vítima ouviu mais uma desculpa do acusado. “Quando pedi o dinheiro de volta, ele veio com uma história de que a filha dele estava doente, que não poderia devolver o valor”.

Nesse momento, uma viatura que passava pelo local foi acionada pelo engenheiro. Na Central de Flagrantes, em São Brás, o delegado Mascote Marques autuou em flagrante João pelo crime de estelionato, pois o acusado ainda estava com uma carteira falsa de magistrado e as chaves do carro.

O acusado negou o crime e afirmou estar sendo confundido. O dinheiro, que o acusado conseguiu “ganhar” da vítima, não foi encontrado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 108 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal