Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/02/2011 - Bom Dia Sorocaba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Atenção, cuidado com as falsas promoções

Por: Ana Lúcia Ferreira

Consumidor deve ficar atento com as reduções de preço anunciadas pelas lojas; nem sempre é verdade.

Você está na Pegadinha do Malandro!’ Quem nunca se sentiu em uma ‘pegadinha’ de TV ao entrar em uma loja que anuncia uma promoção que, na verdade, não existe? Os balões, bexigas e faixas estão lá, mas o preço continua nas alturas e o que é pior, o consumidor enganado, mais uma vez.

Números

Em janeiro, 94% dos lojistas de São José dos Campos realizaram promoções, segundo a ACI (Associação Comercial e Industrial). Em Taubaté, levantamento da Acit (Associação Comercial e Industrial de Taubaté ) com 40 lojistas mostrou que 81% deles realizou promoções em janeiro.

Mas as promoções, de verdade, com produtos quase de graça, ainda são poucas, infelizmente. De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, a publicidade não pode se basear em mentiras. Quando a promoção é anunciada, a redução de preço precisa existir, caso contrário o comerciante recebe uma multa.

Proteja -se

Vários indícios entregam que a ‘promoção’ não existe. A palavra chave para descobrir isso é “até”, como, por exemplo, “até 70% de desconto”. Neste caso, o comerciante pode estar oferecendo um superdesconto para um produto que nem ele mesmo quer mais na loja, como explica o advogado do Idec, (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), Lucas Cabette. “O desconto mais alto neste caso pode ser para o produto menos interessante da loja, que o comerciante quer se desfazer.”

Por mais barato que o produto esteja, o comerciante também precisa ganhar com a promoção. Por isso, o consumidor precisa estar atento aos produtos em promoção, que em alguns casos são sobras das estações ou estão parados na loja.

Se você foi enganado, procure o Procon

Promoção é produto mais barato, e ponto final. Não existe uma lei que especifique o que é uma promoção, mas, pelo senso comum entende-se que é uma redução de preço e ela precisa existir, segundo o Idec. “Anunciar uma promoção e manter os mesmos preços é publicidade enganosa”, disse o advogado Lucas Cabette.

O consumidor deve procurar o Procon em caso de falsas promoções. Se o anúncio da promoção for para toda a loja em 50%, por exemplo, o consumidor deve exigir o desconto como anunciou a propaganda. Em Taubaté, o setor de fiscalização do Procon começou a funcionar em outubro do ano passado. Até dezembro os comerciantes foram orientados. A partir de janeiro as autuações começaram.

Até agora, seis lojas foram notificadas por irregularidades como preço, que não estava legível, valor mínimo para pagamento em cartão e informações equivocadas aos consumidores. Somente no Taubaté Shopping, duas lojas foram notificadas. Se as infrações forem comprovadas, a multa pode chegar a R$ 5.000.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 115 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal