Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

18/07/2007 - Folha de Londrina Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem perde R$ 9 mil em golpe dentro da prefeitura

Por: Adriana Ito


Um empresário de Cândido de Abreu (191 km ao sul de Apucarana) sofreu um golpe dentro do prédio da Prefeitura de Londrina, na segunda-feira de manhã. O homem, que pediu para não ser identificado, perdeu R$ 9 mil ao ser enganado por um estelionatário que se dizia servidor municipal da Secretaria da Agricultura. Segundo a vítima, o falso funcionário da prefeitura já havia telefonado para sua empresa dias antes, oferecendo 150 rolos de arame a um preço 30% abaixo do valor de mercado e com nota fiscal. Por telefone, o golpista pegou inclusive informações sobre a empresa para deixar pronta a nota, e pediu para que o empresário viesse de caminhão para buscar a compra em Londrina. O encontro foi marcado na prefeitura, por volta das 11h30 de segunda-feira, e já no saguão a vítima foi abordada por um homem que dizia ser funcionário do golpista. Ambos foram juntos até um barracão próximo da 10 Subdivisão Policial, onde um terceiro elemento os aguardava. ''Ele disse que não poderia entregar a mercadoria sem a nota fiscal, e o cara que estava comigo disse que precisaríamos voltar à prefeitura para buscar'', contou o empresário. De volta ao saguão da prefeitura, o empresário teve seu primeiro contato com o suposto servidor, que se identificava como José Francisco. ''Ele me disse que, por se tratar de uma transação particular, exigia o pagamento em dinheiro para liberar a nota fiscal. Paguei, e ele me pediu para aguardar um pouco, que ele ia na sala dele e já voltava. Só fui me dar conta que ele poderia ter ido embora uns 20 minutos depois'', lamentou. A vítima ainda chegou a percorrer, com a ajuda de uma funcionária, várias salas da prefeitura para ver se encontrava o golpista, mas não conseguiu localizá-lo. O telefone celular com o qual havia feito contato também não atendia mais. Segundo a vítima, o estelionatário aparentava ter uns 50 anos, era moreno, alto e estava bem-vestido. O empresário contou que 90% das transações de sua empresa são feitas por telefone. ''Dinheiro a gente recupera. O duro é passar por bobo, sentir-se enganado. Mas talvez seja bom para aprender'', conformou-se, adiantando que vai mudar totalmente a logística de compra e venda do seu negócio. ''Vou partir para a burocracia. Não podemos ser antipáticos, mas vamos precisar filtrar melhor, pedir para virem pessoalmente, entre outras mudanças.'' O empresário recomendou a todos os que receberem contatos semelhantes que tenham muito cuidado, e procurem sempre documentar esse tipo de transação, como por exemplo fazendo as transações via banco. ''No meu caso graças a Deus não houve violência, mas eu poderia ter engrossado e estar no hospital uma hora dessas. Porque com certeza esse tipo de gente está preparado para qualquer coisa'', alertou. A Secretaria de Agricultura do município funciona no Parque Arthur Thomas, e não no prédio da prefeitura. Segundo a assessoria de imprensa do município, agora a polícia vai avaliar os vídeos do sistema interno de segurança do prédio para tentar identificar os estelionatários. A assessoria esclareceu ainda que a prefeitura não faz nem autoriza ninguém a fazer esse tipo de operação em nome do município. A vítima prestou queixa na polícia. Segundo o delegado chefe da 10 Subdivisão Policial de Londrina, Sérgio Barroso, a polícia vai requisitar as imagens feitas pela prefeitura que identificam o golpista e o caso será investigado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 355 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal