Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/02/2011 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Proprietários são vítimas de golpe ao tentar vender veículos em feiras de usados em SP


SÃO PAULO - A polícia descobriu um golpe aplicado em proprietários que querem vender seus veículos. Os estelionatários adquirem carros com cheques roubados e negociam utilizando documentos falsos. Nesta terça-feira, foi preso um homem de 34 anos, que acabara de negociar uma picape Toyota Hillux avaliada em R$ 98 mil. O estelionatário foi preso no estacionamento de um hipermercado no ABC paulista.

Segundo o delegado Celso Valdir Marchiori, da DRFRVeículos, os golpistas fazem um depósito instantes antes ao fechamento do banco.

- Para a vítima o dinheiro estava depositado. Só no dia seguinte ou no outro descobria o golpe - disse o delegado.

Os golpistas procuram suas vítimas em feiras de carros usados, nos fins de semana. Depois, durante a semana, demonstra interesse pelo carro e propõe negócio. O estelionatário marcou horário e escolheu como ponto de encontro o estacionamento do hipermercado.

- A coisa é bem elaborada. Ele marca um horário, mas chega atrasado, quase sempre minutos antes do fechamento dos bancos - diz o delegado Celso Valdir Marchiori, da 1ª Delegacia de Repressão a Furto e Roubo de Veículos.

Depois de concordar com o valor, o golpista faz uma ligação e autoriza o depósito de pouco mais de R$ 90 mil.

- O comum é falar para a vítima verificar o saldo. Ao ouvir o valor o proprietário entrega o carro - explica o delegado.

Neste caso, a polícia acompanhava os passos do golpista. Os policiais conseguiram contato na agência onde o valor foi depositado. Os investigadores obtiveram uma cópia do cheque e a numeração constou que a folha apresentava queixa de furto. Tinha sido levada de uma igreja.

Abordado pela polícia, o homem apresentou documento falso. Detido, ele contou os policiais ter realizado o golpe outras 10 vezes. O acusado não tinha passagens pela Justiça e responderá por estelionato e falsidade ideológica. O delegado Marchiori alertou que o automóvel costuma ser vendido na sequência, utilizando documentos falsos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 219 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal