Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/02/2011 - Folha do ES Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Documentos pessoais, todo cuidado é pouco


A perda, o ex­travio e a utilização indevida de documentos pessoais por terceiros é uma das ocorrências mais comuns entre os cidadãos capixabas. Nome comple­to, número da Carteira de Identidade e do CPF, além de tantas outras informa­ções pessoais circulam diariamente nos comér­cios, agências bancárias e em outros estabelecimen­tos.

A Secretaria de Esta­do da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) faz o alerta com dicas simples, mas que podem auxiliar a população a evitar contra­tempos, evitando que es­ses dados sejam utilizados indevidamente.

A primeira dica é orga­nizar e guardar os docu­mentos em casa. O ideal é andar somente com aque­les necessários ou com cópias autenticadas dos mais importantes. Desta forma, em caso de perda ou roubo o transtorno se­ria menor.

O talão de cheques também merece atenção, pois contém informações importantes do cidadão. Por isso, uma sugestão que evitaria problemas em casos de perda ou rou­bo é carregar apenas algu­mas folhas ao invés do ta­lão completo.

Além disso, é impor­tante guardar os cheques em locais diferentes de qualquer documento pes­soal, evitando assim que pessoas má intencionadas possam fazer imitação da sua assinatura.

Ao realizar uma com­pra com o cartão de crédi­to, o cidadão precisa ficar alerta, já que suas infor­mações pessoais também são utilizadas durante a transação. Procure acom­panhar o processo de efe­tivação da compra, evitan­do que o cartão permaneça longe de sua vista.

Quando o vendedor passar o cartão na máquina manual e amassar o formu­lário para jogar no lixo sob a alegação de que o docu­mento não foi bem decal­cado, exija sempre que lhe seja entregue o formulário inutilizado e picote o pa­pel antes de descartá-lo. Solicite sempre sua via do comprovante de venda e confira o valor declara­do da compra antes de as­siná-lo.

A mesma atenção deve ser dada aos extratos emi­tidos nos caixas eletrôni­cos. É comum vê-los sobre os próprios equipamentos ou deixados sobre as ban­cadas das agências. O cor­reto é levá-los para casa ou rasgá-los antes de jo­gar no lixo. As informa­ções contidas nele, como nome completo e o valor que existe na conta, po­dem chamar a atenção de pessoas.

O delegado titular da Delegacia de Defrau­dações e Falsificações (DEFA), Gilson Gomes, alerta para os cuidados e atenção necessária nestes tipos de situações e expli­ca que “quando o crimino­so rouba os dados pessoais de um cidadão por meio de um documento ou extrato bancário, consegue pra­ticar alguns crimes como clonagem de cartões de crédito e falsificação de documentos”.

Boletim de Ocorrência

Vale lembrar que em caso de perda ou roubo de algum documento, o Boletim de Ocorrência deve ser feito ime­diatamente em uma unidade de Polícia Civil mais próxi­ma, ou ainda pela Internet, no site da Sesp, www.sesp.es.gov.br, no banner da Delegacia Online. Desta forma, a vítima se resguarda de sofrer representação criminal como autor de fatos que não cometeu. Além disso, dian­te de alguma situação suspeita a Polícia Militar pode ser acionada 24 horas pelo Centro Integrado Operacio­nal de Defesa Social (Ciodes) por meio do telefone 190. De forma anônima informações também podem ser re­passadas para a polícia através do Disque-Denúncia 181, que fica à disposição todos os dias, das 7 às 22 horas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 133 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal