Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

16/02/2011 - Jornal Umuarama Ilustrado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mulher forja o próprio sequestro e é presa


Tapejara - Uma mulher de 25 anos foi presa após forjar o próprio sequestro, em Tapejara. "Desaparecida" desde a manhã de ontem (16), Andrea Vicente da Silva havia deixado à família um bilhete assinado pelo falso sequestrador, pedindo dinheiro como resgate. A farsa, porém, foi descoberta pela polícia no resgate da vítima numa estrada rural Do município. Andrea terminou presa por tentativa de estelionato e confessou a prática do crime para tirar dinheiro da família.
O “sequestro” foi percebido pelos familiares da jovem por volta das 7h. Após um forte barulho, a porta foi encontrada aberta por um alicate e a falta de Andrea foi sentida pela primeira vez. No quarto da jovem, uma carta assinada pelo falso sequestrador, que se identificou como Neguinho, foi encontrada. No papel, havia o pedido de resgate.
“Recebemos o comunicado da família e fomos até a residência deles [da família]. Lá tivemos informação de que ela havia ligado para uma vizinha, do próprio aparelho celular e informado que havia sido raptada por dois homens e que estava amarrada em um matagal, mas que não sabia onde era. Achamos estranho, pois, além de não haver sinais de arrombamento na casa, os familiares também não viram nenhuma movimentação estranha”, disse o investigador da Polícia Civil, Walter Guimarães Filho à reportagem do Ilustrado.
Uma operação que mobilizou policiais civis e militares de Tapejara, Cruzeiro do Oeste e Umuarama foi montada na tentativa de resgatar a jovem. Sob o comando dos delegados Pedro Fontana e Gustavo Nogueira, as equipes se dividiram na missão de elucidar o caso, onde Andrea podia não ser a vítima. A farsa foi descoberta após a localização da jovem, próximo a uma estrada às margens da rodovia PR-323. “Ela ligou do próprio celular para dizer que havia sido libertada, coisa que não existe num sequestro verdadeiro. Essas evidências levaram a polícia a desconfiar da história”, informou o superintendente da 7ª Subdivisão Policial (7ª SDP), Milton Carlos Cinque.
Andrea foi conduzia à Delegacia de Tapejara para esclarecer melhor o caso, e durante seu depoimento acabou confessando que havia forjado o próprio sequestro. “Ela afirmou que havia planejado a situação por ter retirado dias atrás dinheiro da conta de um avô. Na tentativa de ressarcir o desfalque acabou cometendo um crime”, acrescentou o investigador Walter Filho.
A jovem foi autuada em flagrante por tentativa de estelionato e ficará presa à disposição da Justiça.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 151 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal