Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/02/2011 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso o estelionatário que comandava golpes

Por: Emerson Rodrigues

Acusado foi detido em casa, onde a Polícia apreendeu uma vasta quantidade de papéis usados nos crimes.

Depois de um ano de investigação e seis inquéritos instaurados, inspetores da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), sob o comando do delegado Jaime Paula Pessoa Linhares, prenderam, no começo da tarde de ontem, Gidalton Cavalcante Queiroz, 31. Segundo Linhares, o acusado, detido por força de um mandado de prisão expedido pela 8ª Vara Criminal, é apontado como um dos maiores estelionatários do Estado e especialista nos golpes dos empréstimos consignados.

Gidalton foi capturado em sua residência, localizada na Rua 20 de Abril, no Parque Itamarati, na Grande Messejana. Os inspetores descobriram o veículo ele estava utilizando e passaram a seguir o automóvel na manhã de ontem, até chegar à casa do acusado.

Lá, os policiais civis apreenderam dois computadores, uma impressora, máquina plastificadora e, ainda, centenas de documentos que estavam sendo usados no esquema milionário das fraudes contra aposentados e pensionistas.

Especializado

"Ele confessou ser especialista em fraudar empréstimos consignados, inclusive, é um dos autores do golpe contra vários auditores da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), cujo prejuízo financeiro foi da ordem de R$ 250 mil". O delegado afirmou também que Gidalton está por trás de mais de uma centena de contratos fraudulentos. "Esse número é referente apenas àqueles que pudemos confirmar, mas esse número pode ser ainda maior", disse.

A convicção do titular da Especializada é baseada na afirmação do próprio acusado, que revelou praticar uma média de dois empréstimos consignados fraudulentos por semana, o que equivale a uma renda média de R$ 10 mil semanais.

Linhares explica que, o processo utilizado por Gidalton para confeccionar as identidades e cartões de saques permitia um reaproveitamento dezenas de vezes, até que ficassem inutilizados. Em um pendrive e em outro disco portátil de armazenamento de dados, o delegado localizou as ´matrizes´ dos documentos que eram utilizadas por um especialista em informática contratado pelo acusado.

"Com os dados dos aposentados e pensionistas, obtidos ilegalmente na internet ou com corretores, ele criava vários personagens", explicou o delegado. O trabalho continuará para identificar se as cédulas de identidade apreendidas são verdadeiras ou escaneadas. Além disso, as pessoas que retiravam os empréstimos nos caixas também serão investigadas. Segundo o titular da DDF, há informação de que, em um contrato fraudulento de R$ 5 mil, cada ´laranja´ receberia R$ 1 mil.

"Os golpes cada vez mais frequentes dos consignados deixam claro que os mecanismos de segurança do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) e das instituições financeiras responsáveis pelos empréstimos são frágeis", diz o delegado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 512 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal