Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/02/2011 - odiario.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Funcionários de empresa são presos em Maringá por desvio de mercadorias

Por: Clóvis Augusto Melo


O Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos (Nurce) de Maringá prendeu nesta quinta-feira (10) um funcionário de uma empresa de produção de ração animal instalada na cidade, após confirmar a denúncia de desvio de matéria-prima ocorrida no interior do estabelecimento. Outros três funcionários também são suspeitos de participar da ação criminosa, que causava prejuízos estimados em R$ 13 mil ao mês.

De acordo com o delegado do Nurce, Fernando Ernandes Martins, os funcionários desviavam matéria-prima utilizada na produção de ração animal e a retiravam da empresa junto com o material que seria descartado. "O produto era utilizado para fazer ração animal, como milho moído, farelo de soja", explicou o delegado. "Eles também desviavam ração pronta, e entregavam tudo para um receptador que guardava os produtos em um sítio na região de Maringá".

O desvio foi descoberto porque os diretores da empresa identificaram que houve um aumento considerável no gasto com matéria-prima para a produção da ração. Após o contato com a polícia, foram instaladas câmeras de vídeo na empresa, que acompanharam todo o processo de produção. A filmagem mostra que os produtos da empresa estavam sendo desviados através do descarte de resíduos de produção, que se dava através da utilização de caçambas de entulho, as quais eram preparadas pelos funcionários envolvidos, colocando produtos de descarte na parte inferior e produtos bons na parte superior, utilizando lonas para não ocorrer a mistura dos resíduos com o material desviado.

Todo o procedimento foi acompanhado pelos policiais durante dois meses, tudo sendo filmado e fotografado. Após descoberta a fraude, a polícia prendeu os funcionários no momento em que entregavam o produto desviado no sítio do receptador, que utilizava o material desviado para os animais de sua propriedade.

Todos os funcionários foram indiciados pelo crime de furto qualificado e formação de quadrilha, já o destinatário da mercadoria foi indiciado pelo crime de receptação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 236 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal