Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

10/02/2011 - O Estado de São Paulo / Ag. Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Denúncia de fraude deu início a investigação

Por: Carlos Mendes

Testemunha relatou à Polícia Federal esquema para aprovação de plano de manejo em área metade desmatada e metade ocupada ilegalmente.

Uma denúncia em setembro de 2009 deu início às investigações da Polícia Federal que escancararam o suposto esquema de fraudes, tráfico de influência e cobrança de propina no Pará.

O denunciante, hoje jurado de morte, dizia que uma quadrilha agia no Estado com o objetivo de "destruir a floresta amazônica". Segundo ele, o grupo atuava para "confeccionar créditos de madeira de forma fraudulenta por meio de projetos de manejo aprovados em áreas sem documento e muitas vezes sem mata".

De acordo com a denúncia, José Vicente Tozetti e seu filho, Carlos Tozetti, com atuação na Transamazônica, teriam se unido a um advogado conhecido em Belém como doutor Luiz para influenciar a resolver problemas na Sema e, com isso, "arrecadar dinheiro para a campanha do PT, ou seja, de Ana Júlia".

A união dos Tozetti com doutor Luiz começou com um audacioso esquema para aprovar um plano de manejo em uma área que está metade desmatada e metade ocupada ilegalmente.

"Com muita astúcia e desenvoltura eles obtiveram êxito na grande fraude. Aprovaram um plano de manejo completamente fraudulento, avaliado em R$ 8 milhões, que permitia a retirada de 70 mil metros cúbicos de madeira", disse o denunciante.


Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 139 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal