Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/02/2011 - Diário da Amazônia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Cheques são usados em golpes


Os cartões de crédito são cada vez mais utilizados no lugar dos cheques. Essa mudança de comportamento do consumidor fez com que alguns tipos de golpes reduzissem de forma significativa, mas a prática ainda acontece.

Em Rondônia 2,8% dos cheques emitidos não foram compensados em 2010 por falta de fundos.

E a falta de dinheiro na conta para cobrir os cheques tem sido a principal das fraudes, detectadas, com este tipo de ordem de pagamento. Em um levantamento realizado pelo grupo Serasa Experian Rondônia ocupa a 14ª posição no ranking dos Estados com a maior taxa de cheques sem fundo, sendo o menor índice da região Norte, que é de 4% – a média brasileira ficou 1,76%.

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Ariquemes (Acia), Jonas Perutti, revelou que na semana passada um comerciante escapou de um golpe com cheque roubado. Um suposto cliente efetuou compra no supermercado e apresentou um cheque de R$ 1,1 mil como forma de pagamento. “Como o valor era bem superior ao da compra, o gerente resolveu consultar a procedência do cheque e descobriu que ele havia sido roubado”, explica Perutti.

O golpista percebeu que seria descoberto e fugiu, deixando o cheque para trás. O presidente da Acia alerta que uma das formas de se proteger é consultar os cadastros do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e do Serasa – em poucos minutos é possível saber se o cheque tem restrições, tais como sustado, roubado ou se o consumidor já emitiu cheques sem fundos.

Somente no mês de janeiro, a Acia registrou 2,6 mil consultas de cheques, contra R$ 5,6 mil no mesmo período do ano anterior. De acordo com a associação, essa redução pode ter duas explicações: a primeira é de que pode ter diminuído o número de cheques emitidos; a segunda é que os empresários estão relaxando na vigilância, o que pode resultar em prejuízos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 642 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal