Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

08/02/2011 - O Estado de São Paulo / Ag. Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF faz busca e apreensão em empresas envolvidas em fraude em Manaus

Por: Liege Albuquerque

Operação ilegal de fraude contra o sistema de tributação da Zona Franca de Manaus rendeu cerca de R$ 25 milhões às empresas envolvidas.

MANAUS - A Polícia Federal cumpriu nesta terça-feira, 8, em Manaus, São Paulo e Natal mandados de busca e apreensão em empresas que teriam participado, nos últimos quatro anos, de uma suposta fraude contra o sistema de tributação da Zona Franca de Manaus, lucrando cerca de R$ 25 milhões nesse período.

De acordo com o delegado que comandou as investigações em Manaus, Domingos Sávio Pinzon, a empresa amazonense Marfel Indústria e Comércio de Plásticos S. A., de nome fantasia Nortplast, comprava cobre, de uma empresa paulista vendedora de insumos, a Cecil, como matéria-prima para produtos da Zona Franca de Manaus, com todos os benefícios fiscais permitidos ao modelo.

Mensalmente, mais da metade do cobre era transportado pela empresa paulista PVH para a filial da Nortplast, a Laminort, em Natal, e a outra parte seguia para Manaus. "Até agora só não temos provas do conhecimento do crime por parte da Cecil, mas para o esquema funcionar foi fundamental a transportadora estar envolvida, ao falsificar os documentos de conhecimento da carga", explicou o delegado.

De acordo com o delegado, na diligência realizada hoje na Laminort, em Natal, os policiais federais encontraram doze bobinas de cobre (quase 50 toneladas do material) com etiquetas de destino para a Marfel, em Manaus.

Segundo Pinzon, não foram expedidos mandados de prisão aos donos das empresas em Manaus e Natal, Dolores Serpa e Marcelo Amorim. Em 90 dias, o inquérito que tomará por base as investigações e o estudo do material apreendido, deve estar concluído. "Caso o esquema seja comprovado, os sócios das empresas poderão vir a responder por crime de falsidade ideológica, crime contra ordem tributária e possível formação de quadrilha", destacou o delegado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 159 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal