Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

31/01/2011 - UOL Notícias / EFE Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Operação contra falsificação detém quase mil pessoas na América do Sul


Paris, 31 jan (EFE).- Cerca de mil pessoas foram detidas no ano passado em uma operação contra redes de falsificação em 13 países da América do Sul, que permitiu a apreensão de bens por um valor superior a US$ 200 milhões, anunciou nesta segunda-feira a Interpol.

A quinta Operação Júpiter, coordenada pela Interpol em 2010, deteve pessoas na Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela, explicou a agência policial internacional em comunicado.

No total foram apreendidos quase 8 milhões de produtos falsificados, entre eles, materiais de construção, roupa esportiva, calçado, óculos de sol, telefones celulares, livros, componentes de automóveis, programas de computador e bebidas alcoólicas.

As apreensões foram realizadas em locais como mercados, shoppings e pontos de venda ambulante, acrescenta a nota de Interpol.

Mais de 150 policiais das alfândegas, assim como fiscais e especialistas em investigação de falsificação e propriedade intelectual participaram da operação.

O secretário-geral da organização, Ronald Nobre, disse que "o volume de bens apreendidos é uma evidência de sua utilidade para identificar e desmantelar redes de falsificação, e também demonstra a escala em massa deste tipo de delitos não só na América do Sul mas no mundo todo".

Nobre considerou que o bom funcionamento deste dispositivo de coordenação o transforma em "um modelo para lutar contra outros tipos de crime organizado transnacional".

O diretor da Polícia fiscal do Peru, o general Pedro Baillon Farfan, declarou que os esforços da Interpol para apoiar a América do Sul na luta contra a pirataria e a falsificação "geraram uma importante troca de experiências e de novo conhecimento que ajudaram a entender em profundidade este fenômeno, assim como o desenho de novas estratégias e princípios".

Desde que em 2005 aconteceu a primeira Operação Júpiter (em aquela ocasião esteve limitada a três países), as equipes apreenderam bens correspondentes a quase US$ 500 milhões e identificaram redes criminais dedicadas ao tráfico de drogas e de armas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 133 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal