Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/01/2011 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fausto De Sanctis toma posse como desembargador federal em SP

Juiz da Operação Satiagraha criticou o crime organizado no país. Cerimônia foi no Tribunal Regional Federal da 3ª Região.

O juiz Fausto Martin De Sanctis, que ficou nacionalmente conhecido por sua atuação nos desdobramentos da Operação Satiagraha, tomou posse no fim da tarde desta sexta-feira (28) como desembargador federal, em São Paulo. Ele estava à frente da 6ª Vara Criminal Federal da Justiça paulista, especializada em combater o crime de lavagem de dinheiro. De Sanctis criticou a forma como, segundo ele, o crime organizado “está tomando conta” do país.

“É assustador como o crime organizado está tomando conta. O tráfico de entorpecentes aumentou sensivelmente no último ano. O Brasil tem assumido a vocação definitivamente como corredor natural do tráfico internacional”, afirmou ele, após tomar posse. Sobre o crime de lavagem de dinheiro, um dos alvos da Satiagraha, o desembargador disse que o Brasil “dá um passo para a frente e duzentos para trás”.

A cerimônia, em que estavam presentes, entre outros, o ex-ministro da Justiça Marcio Thomaz Bastos e o deputado eleito Protógenes Queiroz (PC do B), foi no Tribunal Regional Federal da 3ª Região, na Avenida Paulista. Protógenes foi afastado de suas funções como delegado federal e participou da Operação Satiagraha.

Em seu discurso de meia hora, De Sanctis defendeu a imparcialidade dos magistrados, o interesse público, a celeridade na Justiça e apontou a “firmeza, a independência e a coragem” como “atributos básicos” de um juiz.

Satiagraha

A operação teve como alguns dos alvos o banqueiro Daniel Dantas, o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta (falecido) e o investidor Naji Nahas. Eles foram presos em julho de 2008 por determinação de De Sanctis, no desdobramento da Satiagraha, da Polícia Federal. Eles são acusados de crimes contra a ordem financeira, como desvio de verbas públicas, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Mas negam o envolvimento nos crimes.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 146 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal