Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

25/01/2011 - O Liberal Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpe do boleto volta à tona

Por: Leslie Cia Silveira


Americana - Golpistas estão emitindo cobranças em nome da Associação Comercial do Estado de São Paulo, uma entidade que não existe. O nome correto da instituição é ACSP (Associação Comercial de São Paulo). O alerta sobre o golpe, que mais uma vez está sendo aplicado na cidade, é da Acia (Associação Comercial e Industrial de Americana).

Os estelionatários utilizam nomes parecidos ao de instituições idôneas, mas não possuem nenhum vínculo com as mesmas. A Acia informou que esses boletos devem ser desconsiderados pelos empresários e comerciantes. A associação divulgou nota orientando sobre a necessidade de os proprietários de estabelecimentos da cidade observarem o nome da instituição que enviou a cobrança antes de efetuar o pagamento.

"É importante ressaltar que existem várias situações desta natureza em circulação, tanto por correspondência, como por e-mail. Por isso, toda atenção é necessária para não ser vítima de golpistas e evitar gastos desnecessários", recomendou a Acia.

Os empresários que estiverem em dúvida sobre a legalidade dos boletos recebidos devem entrar em contato com a entidade através da Linha de Apoio ao Associado da Acia, que funciona no telefone 3471-3880.

JUCESP

Ontem, O LIBERAL conversou com um comerciante do ramo de frios da região da divisa entre Americana e Santa Bárbara d'Oeste, estabelecido no Molon. Ele aceitou falar sem revelar o nome e afirmou que recebeu duas cobranças agora no mês de janeiro.

Uma no valor de R$ 479 foi emitida pela entidade falsa Associação Comercial do Estado de São Paulo e o outro boleto, de R$ 180, foi expedido pela Associação Nacional do Comércio. "Recebi os boletos quando dei entrada na papelada da firma na Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo). Creio que de alguma forma os golpistas têm acesso aos cadastros da Junta", analisou o comerciante.

Ele contou que a chegada das cobranças falsas o fez ficar confuso, já que os boletos chegaram em um período em que tinha de pagar outros emitidos por entidades idôneas. "Tive de entrar em contato com o escritório de contabilidade para saber se deveria ou não fazer os pagamentos", relatou o comerciante.

Segundo o dono do estabelecimento, os boletos falsos tinham data de vencimento dois dias depois de serem recebidos via Correios.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 148 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal