Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/01/2011 - Económico Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Saiba quanto perde ao comprar uma acção recomendada por email

O ‘spam’ de bolsa promete ganhos fáceis e rápidos mas, na verdade, não passa de mais uma fraude que só vai encher os bolsos do burlão.

Todos os dias as caixas de correio electrónico de milhares de portugueses são inundadas de ‘emails' indesejados, usualmente conhecidos como ‘spam'. Só na última época natalícia, cerca de 90% dos ‘emails' recebidos por internautas portugueses foram ‘spam', segundo estimativas da Anubis Networks, empresa especializada em segurança informática. Por isso, é muito provável que já tenha recebido um ‘email' de alguém a oferecer-lhe 500 euros em troca de uma transferência de 50 euros para uma conta na Nigéria, um ‘email' a dar-lhe os parabéns por ter sido premiado com umas férias fantásticas nas Maldivas ou mesmo uma mensagem electrónica a dar-lhe dicas de investimento sobre uma empresa da qual nunca ouviu falar e com a promessa de ficar rico da noite para o dia (‘spam' de bolsa). Foi exactamente isso que o conhecido ‘rapper' norte-americano "50 Cent" fez recentemente.

Recorrendo não ao ‘email' mas à rede social "Twitter", onde tem cerca de 3,8 milhões de seguidores, o artista deixou uma mensagem durante um fim-de-semana, a recomendar a compra de acções de uma pequena empresa norte-americana que, segundo "50 Cent", iria lançar um dos 15 produtos do ano. Este rumor fez com que os títulos disparassem 290% na segunda-feira seguinte. O ‘rapper', que antes de fazer ‘spam' detinha 12% do capital da empresa, facilmente lucrou 7,75 milhões de euros num só dia. Mas quem foi atrás do rumor, em vez de fazer milhões da noite para o dia, ficou a contar cêntimos porque, nos dois dias seguintes, os títulos perderam um terço do seu valor.

Este acontecimento vai ao encontro das conclusões do trabalho académico "Spam Works: Evidence from Stock Touts and Corresponding Market Activity", publicado em 2007 por Laura Frieder, professora da Universidade de Purdue, e Jonathan Zitrain, do Instituto de Internet da Universidade de Oxford. Segundo os especialistas, "antes de contabilizadas as comissões de negociação, os investidores que compram uma acção no dia em que recebem uma mensagem de ‘spam' e a vendem dois dias depois registam, em média, perdas de 5,5%." Bem diferente é o resultado do burlão. Segundo os especialistas, "o ‘spammer' que compra no dia antes de libertar os rumores e vende no dia em que os rumores são maiores ganha, em média, 4,29%."

Na prática, significa que o ‘spam' de bolsa só dá lucro a uma pessoa: ao burlão. Mas a verdade é que, pelo menos neste conto do vigário, só cai quem quer. Além disso, nem todas as acções são propícias a esta fraude. De acordo com as conclusões do trabalho académico "On the Efects of Stock Spam Emails", publicado em 2006 por Rainer Bohme e Thorsten Holz, da Innsbruck University School of Management, "a reacção do ‘spam' é mais forte para as acções que negoceiam abaixo dos 10 cêntimos e com baixos volumes".

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 138 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal