Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/01/2011 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mulher de o ex-juiz Rocha Mattos é condenada por lavagem de dinheiro


SÃO PAULO - A mulher do ex-juiz federal João Carlos da Rocha Mattos, Aline Kemer Tamada da Rocha Mattos, foi condenada a três anos e três meses de prisão em regime aberto e ao pagamento de multa pelo crime de lavagem de dinheiro. A condenação, da 6ª Vara Federal Criminal, foi convertida em prestação de serviços comunitários e ao pagamento de cinco salários mínimos a uma entidade assistencial.

De acordo com denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo, Aline comprou dois utilitários 4x4, uma Nissan Frontier, por R$ 73 mil, e uma Mitsubishi Pajero, por R$ 130 mil, em janeiro e junho de 2003, e os revendeu no mesmo ano, nos dias 5 e 4 de novembro de 2003, menos de uma semana depois da deflagração da operação Anaconda, que levou Rocha Mattos para a cadeia.

A mulher do ex-juiz não declarou os veículos à Receita Federal e a venda de um deles foi, segundo a denúncia, simulada para impedir a apreensão pela Polícia Federal. Ainda de acordo com o MPF, o pagamento dos carros foi feito em pequenos valores em dinheiro e cheques de terceiros depositados em diferentes agências bancárias.

O Ministério Público Federal acusou Aline de praticar o crime de lavagem de dinheiro oriundo de crimes contra a administração pública praticados por organização criminosa da qual fazia parte o seu marido. Rocha Mattos foi condenado pelos crimes de peculato, prevaricação, corrupção passiva e quadrilha pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região por participar de um esquema de venda de sentenças judiciais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 218 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal