Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/01/2011 - Zero Hora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF avalia que fraude envolvendo crimes financeiros era milionária

Por: Flávio Ilha

Operação Gramatta evitou golpe de R$ 200 milhões contra uma instituição financeira internacional.

A Polícia Federal (PF) desencadeou nesta quarta-feira em sete estados a Operação Gramatta, para desbaratar uma quadrilha especializada em crimes financeiros. A delegada responsável pelas investigações, Aletea Kunde, estima que a fraude seja milionária.

Em apenas uma operação financeira, que foi abortada pela PF, a meta da quadrilha era obter valor equivalente a R$ 200 milhões em empréstimos em uma instituição financeira internacional. Como o empréstimo era lastreado em títulos falsos, nunca era pago pelos tomadores.

O grupo, que tinha céluas no Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás, falsificava títulos da dívida publica brasileira e os repassava a investidores com promessas de ganhos entre 10 e 20 vezes superiores ao valor aplicado.

O primeiro balanço da PF, entretanto, não divulgou o valor estimado do golpe. Segundo a delegada, há indícios que os documentos apreendidos ontem sejam falsificados.

Além disso, Aletea disse que a PF investiga também a participação de empresários no crime de lavagem de dinheiro.

— Alguns investidores contabilizavam o valor de face dos títulos, muito superior ao preço pago para os fraudadores, como forma de garantir uma falsa solidez a seus negócios. Têm coisas que não fecham: ou são muito ingênuos ao acreditar em ganhos tão grandes ou são coniventes — disse Aletea.

No Rio Grande do Sul, foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão - sete em Uruguaiana e três em Porto Alegre. Na cidade da fronteira, quatro armas foram encontradas na busca.

Segundo a delegada, três desses mandados envolviam supostas vítimas do esquema, que estão sendo investigadas. A delegada, porém, não descartou a hipótese de que passem a ser suspeitos do crime.

Aletea afirmou também que as buscas no Rio e em São Paulo mostraram a participação de empresários conhecidos no golpe.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 487 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal