Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/01/2011 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falso PM é preso em São Gonçalo

Por: Waleska Borges


RIO - Marco Antônio Matos Costa Junior, de 26 anos, foi preso no final da noite desta terça-feira, em São Gonçalo, por policiais da 2º Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM) de Niterói, acusado de se passar por PM e extorquir comerciantes da região. No Peugeot verde usado pelo acusado foram apreendidos uma pistola PT 380, três carregadores do mesmo calibre, munição de vários calibres, joias, três coldres, R$ 304, uma capa de colete à prova de balas, um cinto de guarnição (usado no uniforme de PMs), um porta carregador de perna, uma algema, uma touca-ninja, um celular, uma mochila com duas placas de veículos e um bastão de madeira com a inscrição "Direitos Humanos". O caso foi registrado na 74ª DP (Alcântara).

Marco Antônio começou a ser investigado após informações sobre suas ações serem passadas para o Disque-Denúncia. Segundo as denúncias, o falso policial militar trabalharia em um supermercado no bairro Trindade, onde compareceria fardado. Ele também estaria extorquindo os comerciantes da região, e em troca, ofereceria serviços de segurança.

De acordo com a 2ª DPJM, no momento da prisão, o homem, à paisana, estava acompanhando o fechamento do estabelecimento. Abordado pelos policiais, ele apresentou documentos falsos e não tinha identificação que comprovava que ele era policial militar.

A ocorrência foi registrada na 74ª DP (Alcântara). Na delegacia, os policiais descobriram que as placas encontradas no carro do falso PM, eram de um automóvel roubado em São Gonçalo e de uma viatura policial. No veículo também estavam uma pistola calibre 38, três carregadores, um colete da PM, uma algema, coldre, três cordões de ouro, uma touca ninja, um pé-de-cabra e R$ 304 em espécie. Os policiais também acharam um bastão com a inscrição "direitos humanos", que segundo a PM, poderia ser utilizado em torturas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 270 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal