Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/01/2011 - Diário do Pará Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Documento falso leva manicure para cadeia


A manicure Nineuza Oliveira Miranda, 47 anos, moradora do bairro da Condor, está presa na DIOE - Divisão de Investigações e Operações Especiais, Delegacia de Ordem Administrativa .

Nineuza foi denunciada na manhã de ontem (13) por funcionários de uma corretora que opera intermediando empréstimos junto à rede bancária.

De acordo com a denúncia, Nineuza, na semana passada, foi tratar de um empréstimo no valor de R$ 10 mil por meio da corretora e os documentos apresentados, principalmente a identidade e o comprovante de residência apresentavam indícios de falsificação.

O nome que estava na identidade foi contatado pela empresa e era de uma mulher que se disse vítima de outras falcatruas. Afirmou ainda que não estava interessada em empréstimo e que não havia tratado do assunto em nenhum local.

Diante a denúncia, houve contato com a DIOE e foi informado que a manicure iria ontem pela manhã assinar o contrato do empréstimo.

Uma equipe de investigadores foi para o escritório da corretora e quando Nineuza apareceu, esperaram que ela assinasse o contrato para que o crime de estelionato fosse configurado. Ela recebeu voz de prisão, foi levada para a DIOE e autuada em flagrante delito por falsidade ideológica, uso de documento falso e estelionato.

Nineuza disse que estava sendo usada, sem especificar quem tirava proveito da situação.

No momento da prisão, foi detido Wellisson Fernando Rabelo Brilhante, que se disse policial militar e que apenas deu carona à acusada.

PARTICIPAÇÃO

O delegado Neivaldo Silva, diretor da DIOE, disse que irá investigar a participação desse suspeito no caso. Wellisson poderá ser indiciado se for comprovado seu envolvimento no caso. Também está sendo apurado se ele é mesmo da PM.

Nineuza possuía duas identidades com os nomes de Juciara Pantoja Ferreira, e Maria do Rosário Ribeiro da Luz.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 264 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal