Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/01/2011 - Portugal Diário Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Aveiro: burlões estão a usar nome de empresa de águas em fraude

Estão a contactar clientes no domicílio para cobrar supostas facturas em atraso.

A empresa Águas da Região de Aveiro (AdRA) alertou esta quarta-feira para a existência de indivíduos que estão a contactar clientes no domicílio para cobrar supostas facturas em atraso, fazendo-se passar por colaboradores da empresa, noticia a Lusa.

«Estes contactos foram registados em particular na região da Murtosa e arredores», adianta a empresa, que diz ser totalmente alheia a este esquema fraudulento, realçando que não faz cobrança ao domicílio.

A AdRA, que já tem registos anteriores de burlas em seu nome, nomeadamente de troca de contadores ou para sugerir a compra de filtros de água por preços mais baixos, revela ainda que «alguns casos foram já denunciados às autoridades competentes».

A empresa recomenda cautela aos seus clientes, adiantando que para questões relacionadas com a facturação no concelho da Murtosa os utentes devem dirigir-se à sede localizada em Pardelhas, ou contactar os serviços telefonicamente.

No caso de contactos presenciais, a AdRA diz que os clientes devem solicitar a identificação do funcionário e, aquando de contactos telefónicos, deve ser pedido o número de telefone pelo qual está a ser contactado, já que a empresa tem os seus números identificados.

A AdRA começou a funcionar em Maio de 2010, garantindo o serviço de abastecimento e saneamento de águas em nove municípios da região de Aveiro (Águeda, Albergaria-a-Velha, Aveiro, Estarreja, Ílhavo, Murtosa, Oliveira do Bairro, Sever do Vouga e Vagos).

Mais recentemente, o município de Ovar decidiu aderir à parceria, pelo que a partir de Janeiro de 2011 a AdRA passou a assumir o serviço de água e saneamento naquele concelho.

A empresa com um capital social de 17,5 milhões de euros (15 milhões em 2010 e 2,5 milhões em 2012) terá a validade de 50 anos, estando previstos investimentos de 437 milhões de euros, entre novas infra-estruturas e renovação e beneficiação das redes, com recurso a fundos comunitários.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 168 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal