Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/01/2011 - Bom Dia Sorocaba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MP prende quatro pessoas acusadas de sonegação e lavagem de dinheiro em Jaú

Outros dois acusados ainda são procurados; todos são ligados à empresa de bebidas Primor.

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), ligado ao Ministério Público, deflagrou nesta quarta-feira operação que resultou na prisão de quatro pessoas, entre representantes legais, administradores e funcionários da Indústria e Comércio de Bebidas Primor Ltda., sediada em Jaú.

Os crimes supostamente cometidos por eles foram sonegação fiscal, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, entre outros.

Foram presos Luiz Carlos Vicioli, José Joelson de Lima Neves, João Arrigo Carignato e Daniela Fernandez Chiosi. Francisco Fernandez Chiosi e Francisco Fernandez Chiosi Junior também tiveram pedido de prisão decretada, mas não foram encontrados.

O segundo já entrou em contato com o MP e revelou a intenção de se apresentar para prestar depoimento, segundo o promotor Rafael Abujamra.

Contra todos pesa a acusação da prática de crimes contra a ordem tributária, apropriação indébita, falsidade ideológica, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, cujas penas máximas somadas chegam a 27 anos de prisão.

José Joelson de Lima Neves também é acusado de comercialização de bebidas falsificadas, crime cuja pena vai de 4 a 8 anos de reclusão.

A operação é resultado de investigação iniciada em outro de 2009 e realizada em conjunto pelo Ministério Público e pela Delegacia Regional Tributária.

O MP informou que, segundo as provas reunidas, os investigados criaram empresas “de fachada” em nome de “laranjas” para vender produtos da Primor sem pagar os impostos devidos. Além disso, abriram contas bancárias em nome dessas falsas empresas para movimentar dinheiro sonegado da fiscalização tributária.

“Os integrantes, além de utilizarem a empresa para exercer atividade comercial mediante lucros, sob sonegação de impostos, transformaram esses valores em bens e incorreram em crimes de lavagem de dinheiro”, explica o promotor Luciano Coutinho.

Ainda de acordo com o MP, o esquema fraudulento permitiu à Primor, durante os últimos oito anos, produzir em larga escala e obter lucros expressivos, sem pagar ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) ao Estado.

Desse modo, a indústria deixou de recolher, de acordo com as investigações, aos cofres públicos uma média estimada em quase R$ 2 milhões por ano. Levantamento do MP aponta que, atualmente, a empresa deve ao Estado mais de R$ 41 milhões. A empresa já havia sido fechada em dezembro do ano passado, após a Receita Estadual cassar o registro de funcionamento.

Segundo o MP, a empresa tinha faturamento mensal de R$ 500 mil e só pagou ICMS de cinco dos últimos 96 meses.

Também a pedido do MP, a Justiça decretou o bloqueio caminhões, veículos, maquinário, imóveis e dinheiro existente em contas bancárias em nome das seis pessoas acusadas.

O BOM DIA ligou à antiga sede da empresa Primor, onde um atendente informou que não havia ninguém no local que falar sobre o ocorrido.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 450 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal