Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/01/2011 - odiario.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Acusados de fraude seguem trabalhando

Por: Murilo Gatti


Os funcionários do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) acusados de participação no esquema de fraudes na concessão de carteiras de motorista em Maringá vão continuar a trabalhar normalmente na 13ª Ciretran.

Em nota, a assessoria de imprensa do órgão informou que qualquer punição só vai ser aplicada após a conclusão do processo judicial aberto com a denúncia do Ministério Público do Estado do Paraná, através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

A mesma postura vai ser adotada em relação aos Centros de Formação de Condutores (CFCs), clínicas e despachantes credenciados ao órgão. O Detran informou ainda que, em processo administrativo interno, foi constatado um esquema de venda e facilitação de exames médicos, teóricos e práticos, além do cancelamento de pontuação por infração de trânsito.

Já os motoristas que teriam usufruído do esquema de fraudes para conseguir algum benefício terão os processos de habilitação analisados e eventualmente cancelados.

Ontem, no escritório central da 13ª Ciretran de Maringá, o clima entre a maioria dos funcionários era de constrangimento e de surpresa. Desde o começo do ano, a chefia do escritório central e alguns funcionários tinham conhecimento sobre as investigações por parte de uma auditoria interna e por parte do Gaeco.

No entanto, ninguém imaginava que o esquema de fraudes envolvia tantas pessoas e, principalmente, que havia participação das clínicas conveniadas para fazer os exames médicos e psicológicos para a emissão dos documentos.

Não compareceu

Mesmo sem receber nenhuma notificação oficial do Detran, Aldair Fernandes da Silva, o Daco, não comparece ao trabalho desde segunda-feira, um dia após O Diário revelar as investigações do Gaeco. E no local de trabalho, acredita-se que ele, por decisão própria, não volte mais a ocupar a antiga função.

Ele foi nomeado funcionário comissionado da 13ª Ciretran, sob a chancela de membros do PMDB de Maringá, há cerca de 1 ano e meio e, neste curto período, segundo a denúncia do Gaeco, teria orquestrado o esquema de fraudes na emissão e renovação de carteiras de motoristas.

Ontem, a reportagem de O Diário procurou Daco no endereço que ele informou ao Gaeco, no Residencial Tuiuti, zona norte de Maringá. Ele não estava, mas, segundo uma irmã que atendeu à reportagem, Daco permanece na cidade. Ela não quis passar nenhum telefone de contato e informou que o antigo celular não é mais usado.

Até o fechamento desta edição, Daco também não havia retornado aos recados deixados pela reportagem. Nas paredes da casa, o que se viu foram adesivos da campanha do então candidato ao senado Roberto Requião (PMDB) e do candidato apoiado pelo PMDB ao governo estadual, Osmar Dias.

Mistério

Dos dois funcionários de carreira do Detran-PR acusados de participação no esquema, um está de férias e o outro trabalhou normalmente ontem no atendimento ao público. O que ainda é um mistério, tanto para o Gaeco como para funcionários do Detran de Maringá, é como esses funcionários conseguiram burlar o sistema de pontuação do órgão, que é informatizado e depende de senhas de acesso para qualquer operação.

Com relação ao encaminhamento dos candidatos para as clínicas que participavam do esquema, acredita-se que Daco teria descoberto uma falha no sistema, o que permitiria a escolha dos médicos e psicológos que, normalmente, são definidos de forma aleatória no computador.

Números

R$ 1.572,71 é o valor do salário-base pago pelo Detran-PR para a função ocupada por Daco.

45 pessoas foram denunciadas entre médicos, servidores e outros profissionais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 590 vezes




Comentários


Autor e data do comentário: Alessandra - 06/06/2011 16:31

Estou apta ao trabalho desde 11/2010 - passei no concurso 115/2009 e em vez de ser nomeada eles mantém esse povo corrupto trabalhando.... aff...



O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal