Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/07/2007 - Aquidauana News / O Dia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso casal carioca que sacava dinheiro de idosa morta


Uma conta bancária parada há três décadas foi a senha para atrair quadrilha de estelionatários. O saldo de R$ 103 mil fez com que um homem e uma mulher, utilizando documentos falsificados da vítima - morta em 1977 -, tentassem sacar o dinheiro.

Eles chegaram a retirar ontem R$ 10 mil na boca do caixa do banco Itaú da rua Debret, no centro do Rio, mas foram presos em flagrante por agentes da Delegacia de Defraudações.

Elizabeth Vicente de Souza, 45 anos, e Paulo da Silva de Jesus, 46 anos, também fizeram duas transferências, nos valores de R$ 10 mil e R$ 20 mil, para outra conta bancária, que os investigadores estão tentando rastrear. "Queremos descobrir o beneficiário desse dinheiro. Eles estavam sacando aos poucos, mas é certo que iriam retirar os R$ 103 mil da conta", afirmou o delegado Fernando Vilapouca.

A especializada detectou o crescimento desse tipo de golpe. A quadrilha recebe informações relativas a uma conta bancária que não vem sendo movimentada há algum tempo. A partir daí, a documentação falsa é providenciada. No caso desta sexta, Elizabeth tentava se passar por Maria Geralda dos Santos, que morreu em 23 de junho de 77 e que, se estivesse viva, teria 105 anos de idade.

"É preciso que os parentes das pessoas falecidas verifiquem os saldos para não deixar aquele dinheiro parado, pois ele tem sido alvo dessas quadrilhas", aconselhou o delegado.

Vilapouca acredita que pelo menos mais duas pessoas estejam ligadas a Elizabeth e Paulo no golpe. As investigações vão continuar e a dupla responderá pelos crimes de estelionato e uso de documento falso.

A hipótese de algum funcionário do banco estar envolvido na fraude será investigada, mas, segundo o delegado, em muitos casos as informações passadas aos golpistas vêm de outra fonte: "eles têm acesso, por exemplo, às correspondências dessas pessoas. E isso pode ser conseguido nas residências que essas pessoas moravam. Com eles, agora, apreendemos um extrato bancário do rendimento anual de 2006. Vamos descobrir onde eles conseguiram isso".

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 326 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal