Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/01/2011 - Jornal da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Trio de estelionatários de BH permanece preso na penitenciária

Por: Alexandre da Matta


As três pessoas presas na tarde do dia 23 de dezembro pela Polícia Militar, acusadas de terem saído de Belo Horizonte para praticar crime de estelionato em Uberaba, continuam detidas na penitenciária. O processo que julgará pela condenação ou absolvição de Ivan Saez Lage, Bruno Soares Oliveira, e Flávia Roberta da Silva Gomes se encontra com o juiz da 1ª Vara Criminal da Comarca de Uberaba, Ricardo Cavalcante Motta.

Segundo consta no processo, logo após a prisão dos acusados, o advogado André Faquim entrou com o pedido de liberdade dos suspeitos. Porém, a solicitação foi negada pelo juiz plantonista. Agora, com a volta do juiz titular, o advogado irá reiterar o pedido de liberdade provisória ao magistrado.

Como o titular da 1ª Vara Criminal só retorna aos trabalhos no dia 10 de janeiro, Ivan, Bruno e Flávia permanecerão detidos na penitenciária. Todos os objetos apreendidos no dia do crime se encontram no depósito do Fórum à disposição da Justiça e aguardando que o empresário lesado pelo crime requeira a posse dos bens.

O crime. Os estelionatários chegaram à cidade no dia 21 de dezembro. Desde então o grupo vem agindo no comércio local. Os marginais entravam nas lojas, fingiam ser clientes comuns e, utilizando de documentos falsos e cartões de créditos de laranjas, executavam várias compras, sempre de objetos caros, tais como televisões de plasma, notebooks, aparelhos celulares, entre outros. Em seguida, vendiam a mercadoria por um valor bem abaixo da realidade.

A prisão dos estelionatários só ocorreu porque o segurança de uma das lojas lesadas desconfiou dos elementos após ter visto no interior do carro utilizado pelos marginais uma televisão de plasma. Imediatamente, o segurança acionou a polícia, que aguardou o grupo sair da loja e abordou os mesmos, encontrando no interior do veículo inúmeros documentos falsos utilizados para praticar o crime.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 398 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal