Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/01/2011 - TV Net Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Servidores do Estado vulneráveis a hackers


O Estado português tem, no total, 1251 servidores com esquemas de criptografia vúlneráveis. Isso permite a que possíveis hackers tenham acesso a toda a informação e a partilhem, à semelhança do que aconteceu no caso Wikileaks. A conclusão é de um estudo da Universidade de Coimbra.

O programa Vigilis, criado pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), analisou os 3,5 milhões de endereços electrónicos e 86 mil domínios (pt) activos existentes no país, tendo detectado 75 mil vulnerabilidades, de 19 tipos diferentes.

É um número avultado de falhas mas são justificadas pelas "centenas de novas ameaças à segurança informática que surgem diariamente. Os criminosos estão continuamente a explorar novas e sofisticadíssimas metodologias e ferramentas para atacar", afirma o coordenador da investigação, Francisco Rente.

A falta de consciencialização para os perigos da internet, em Portugal, é uma realidade, segundo Francisco Rente. Diz que há "iliteracia, facilitismo, corrupção e oportunismo. Inconscientemente, as pessoas pensam que estão protegidas e não adoptam medidas de segurança", afirma.

As redes sociais, como o Facebook, são apontadas como um grande exemplo de "inconsciência". Os utilizadores não percebem os "riscos a que estão expostos. Ao fornecer informação aparentemente básica, como por exemplo, a morada ou a empresa onde trabalha, o utilizador torna o seu perfil vulnerável a possíveis ataques piratas ou a situações maliciosas", adverte o investigador.

No total, existem 7000 servidores em Portugal. (F.F.)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 204 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal