Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

10/07/2007 - Folha de São Paulo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF prende 13 por fraudes na Petrobras; três são funcionários da estatal

Por: Clarice Spitz


A Polícia Federal prendeu 13 pessoas nesta terça-feira suspeitas de fraudar licitações da Petrobras para a manutenção de plataformas. Entre os presos, pelo menos três são funcionários da estatal: Carlos Alberto Pereira Feitosa (coordenador da comissão de licitação), Carlos Heleno Netto Barbosa (gerente geral da unidade de serviços) e Rômulo Miguel de Morais (gerente de plataforma).

Segundo a PF, outros dois funcionários da Petrobras também estariam envolvidos com o esquema: Carlos Roberto Velasco José Antonio Vilanueva. Mas não foi pedida a prisão deles.

De acordo com o procurador da República Carlos Alberto Aguiar, os funcionários da Petrobras repassavam informações privilegiadas para a Angraporto Offshore, o que permitia a fraude nas licitações.

De acordo com as investigações, outras empresas --como a Iesa e a Mauá Jurong-- se associaram à Angraporto para fraudar as licitações envolvendo as plataforma P-14 e P-16.

A Petrobras divulgou nota hoje informando que afastou os funcionários suspeitos de participar de um esquema de fraudes.

A estatal informou que já instalou uma comissão de sindicância para apurar as possíveis irregularidades cometidas por esses funcionários e que adotará as medidas cabíveis.

Em nota, a Petrobras informa que não tomou nenhuma medida anteriormente para "a pedido da Procuradoria da República do Estado do Rio de Janeiro para não prejudicar as investigações".

Os réus irão responder pelos crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva, fraude em licitação, falsidade documental e estelionato e poderão ainda ser acusados de sonegação fiscal.

As prisões foram feitas dentro da Operação Águas Profundas, deflagrada hoje pela PF no Rio e no Distrito Federal. O Ministério Público Federal denunciou 26 por suposta participação no esquema. Ao todo, a 4ª Vara Criminal expediu 18 mandados de prisão e 89 de busca e apreensão. Ainda há foragidos.

Veja a lista dos 13 presos:

Fernando da Cunha Sterea
Mauro Luiz Soares Zamprogno
Wladimir Pereira Gomes
Simon Matthew Clayton
Ruy Castanheira de Souza
Carlos Heleno Netto Barbosa
Carlos Alberto Pereira Feitosa
Rômulo Miguel de Morais
Ricardo Secco
Ana Celeste Alves Bessa
Felipe Pereira das Neves Castanheira de Souza
Laudezir Carvalho de Azevedo
Hilário dos Santos Mattos

Outros denunciados

Sérgio Fernandes Granja (agente federal)
José Augusto Barbosa Reis
Cláudio Valente Scultori da Silva
Wilson Ribeiro Diniz
Ricardo Moritz

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 686 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal