Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

16/12/2010 - cidadeverde.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Federal desbarata quadrilha que clonou cartões do Piauí

Por: Fábio Lima

Correntistas piauienses estão entre as mais de mil vítimas da quadrilha, que lucrou R$ 3 milhões.

A Operação Prestador, deflagrada pela Polícia Federal de São Paulo, desbaratou uma quadrilha de clonagem de cartões que fez vítimas no Piauí. O número de quantos correntistas do Estado tiveram suas contas lesadas não foi confirmado, mas estima-se que cerca de 1.000 pessoas em todo o País tiveram prejuízos, 600 somente da Caixa Econômica Federal. O rombo calculado até o momento é de R$ 3 milhões.

A investigação durou cerca de nove meses. Foram cumpridos 34 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Maranhão, Minas Gerais e Santa Catarina na última terça-feira (14). Entre os 20 presos está um tenente do Exército. Dois foram detidos no Maranhão e os demais em São Paulo. Eles são acusados de obter dados de clientes pela internet, em máquinas de cartões de débito e crédito, e até mesmo alterando o painel de caixas eletrônicos em terminais de menor segurança.

A Polícia Federal de São Paulo confirmou ao Cidadeverde.com a existência de vítimas do Piauí, mas não sabe precisar ainda se as pessoas foram lesadas através de "emails iscas" com promoções falsas, ou transmissão de dados em equipamentos. A PF também não precisou se caixas eletrônicos do Piauí foram fraudados, ou se clientes piauienses perderam seus dados para a quadrilha durante viagens em outros estados.

O delegado Osvald Scalezi Júnior, que coordenou a operação, informou que a quadrilha procurou deixar a região de São Paulo nos últimos meses após sofrerem maior dificuldade para obter os dados. Com isso, passou a agir em outros Estados, como Ceará, Maranhão, interior de Minas Gerais, Santa Catarina, entre outros. De posse dos números de conta e senhas, os acusados teriam feitos saques e compras de produtos, depois vendidos a preços bem abaixo do valor de mercado.

A operação apreendeu cerca de R$ 200 mil em espécie, mais de dois mil cartões falsos, 15 máquinas para clonagem de cartões, 15 veículos de luxo, armamentos e até medicamentos abortivos. Os presos serão indiciados, de acordo com suas participações, por estelionato, formação de quadrilha, contrabando e tráfico de arma de fogo de uso restrito.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 200 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal