Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

11/12/2010 - O Diário de Teresópolis Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Delegado Adjunto alerta para os golpes executados no final do ano

Por: Gilberto Oliveira

Consumidores teresopolitanos devem ter cuidado ao sair às compras de Natal.

Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, 9, o Delegado Wellington Pereira Vieira, Adjunto da 110 DP, fez novo alerta à população em relação a ação de estelionatários na cidade, principalmente nessa época do ano. O delegado informou que a Polícia Civil está sempre alertando sobre estes golpes que vem sendo aplicados com frequência em nossa cidade, mas que muitas pessoas continuam caindo. “A população de Teresópolis é muito inocente ou gosta de dar dinheiro para estes estelionatários”, destacou.

Esses golpes geralmente acontecem quando uma pessoa acha uma carteira, envelope ou outro objeto de valor e, em troca, o estelionatário oferece uma “recompensa”. Para buscá-la, a pessoa precisa deixar sua bolsa com dinheiro, visto que as vítimas, geralmente, saíram pouco antes dos bancos.

Nesta época do ano, esses estelionatários se aproveitam da ingenuidade de algumas pessoas para usufruir de seus bens. O delegado lembrou do movimento nas ruas de Teresópolis, principalmente na Calçada da Fama. “Em caso de serem abordadas por alguém, não caiam nesta lábia. Na dúvida, procure um Policial Militar ou um Guarda Municipal e informe sobre o que está acontecendo, para que estas pessoas sejam trazidas até a 110ª DP para serem sarqueadas e caso não devam a polícia serão liberadas”.

O delegado informou que a Civil já está trabalhando nas ruas, com policiais a paisana com o intuito de conseguir prender estes estelionatários que provavelmente fazem parte de uma quadrilha. “Recentemente, duas pessoas acusadas de praticar estes golpes foram presas em Petrópolis e foram reconhecidas por uma senhora que acabou caindo neste golpe aqui em Teresópolis”, destacou Wellington.

O delegado lembrou ainda que as pessoas que caem neste golpe nem sempre são inocentes. “Na maioria das vezes, querem ser mais espertos que os espertos e acabando caindo no golpe. Ninguém dá nada de graça, me entrega a bolsa aqui que têm R$ 10 e vai ali pegar R$ 100, deixa a bolsa com os R$ 10 com o intuito de pegar os R$ 100 e perde os R$ 10, isso se chama ‘torpeza bilateral’, ninguém dá nada de graça para ninguém”, informou o delegado.

Perguntado sobre as imagens de circuito interno de TV dos bancos, onde as pessoas geralmente são abordadas, o delegado informou que o setor de roubos e furtos já solicitou estas imagens e em pouco tempo, elas serão fornecidas para a imprensa para serem divulgadas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 124 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal