Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/12/2010 - O Diário de Teresópolis Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falsos mecânicos continuam agindo

Por: Marcello Medeiros

Dessa vez aposentado acreditou que carro havia quebrado e pagou pelo “serviço”.

Nos dias de hoje “muita generosidade” pode significar estelionato. Um dos exemplos disso é o golpe do “falso mecânico”, que continua sendo praticado na principal estrada que liga nosso município ao Rio de Janeiro. As abordagens têm acontecido com mais frequência no trecho de Baixada, onde os estelionatários jogam algum pedaço de ferro próximo ao carro das vítimas para simular um problema e as abordam já oferecendo a solução. O último a cair nesse golpe – pelo menos que comunicou a polícia - foi um aposentado de 84 anos, morador de Vargem Grande. Ele procurou a 110ª DP para informar que seguia pela Rodovia Washington Luiz quando ouviu um barulho forte embaixo do seu veículo. Ao parar para verificar, dois elementos se aproximaram e ofereceram ajuda, dizendo serem mecânicos. Para sua surpresa, os mesmos tinham a peça que estaria com defeito e após a troca lhe cobraram R$ 990, que teria que ser pago em nove cheques de R$ 110r. Porém, ao verificar o extrato de sua conta, constatou que três dos cheques pagos aos “mecânicos” haviam sido alterados para o valor de R$ 910 cada um.

Esses casos têm acontecido com frequência na região. Em maio desse ano, um Advogado de Teresópolis relatou à reportagem de O DIÁRIO que passava nas proximidades do Shopping Caxias quando um carro não identificado emparelhou com o seu veículo e o condutor de tal veículo disse “que estava saindo faísca do seu carro”. Ele não deu importância e seguiu viagem, até que, menos de um quilômetro depois, outro motorista disse a mesma coisa e o orientou que parasse. “Como foram duas pessoas que falaram em seguida acabei acreditando que realmente alguma coisa estava errada. Nessa hora o segundo motorista, que estava em um Stepway, disse que era mecânico, que estava de folga e que poderia resolver meu problema rapidinho. Ele alegou que era perigoso se eu continuasse a viagem daquela maneira”, relata a vítima, que acabou seguindo o Renault até um bairro às margens da Rio-Teresópolis.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 177 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal