Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/12/2010 - Mídia News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF indicia empresários e servidores públicos por fraude

Por: Isa Sousa

Esquema pode ter desviado R$ 38 milhões dos cofres públicos em Mato Grosso.

A Polícia Federal (PF) concluiu o inquérito policial da Operação Atlântida, que desarticulou, no último dia 19 de novembro, uma organização criminosa, envolvida em um esquema de fraudes em licitações e desvios de verbas federais na região do Araguaia (Leste de Mato Grosso).

Os prejuízos aos cofres públicos, de acordo com estimativa realizada pela Corregedoria Geral da União, podem ultrapassar R$ 38 milhões.

O relatório final foi encaminhado na última quarta-feira (1) para a Justiça Federal. Ao todo, foram indiciadas 33 pessoas sendo, 15 empresários e empreiteiros, dois engenheiros, 11 servidores públicos municipais, quatro servidores da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) e um funcionário da Caixa Econômica Federal (CEF).

Os suspeitos foram indiciados pelos crimes de peculato, corrupção ativa e passiva, formação de quadrilha, fraude em licitação, falsidade ideológica e advocacia administrativa, de acordo com a participação de cada um nos delitos praticados.

Durante a Operação, a PF conseguiu apreender R$ 131.970,00, US$ 48 mil, 21 veículos, além de documentos e equipamentos de informática. Todos os bens móveis e imóveis dos investigados estão sequestrados, em razão de decisão da 3ª Vara Federal da Seção Judiciária em Mato Grosso.

A Operação

Na deflagração da Operação Atlântida, foram cumpridos 26 mandados de prisão temporária, 35 mandados de busca e apreensão e nove mandados de condução coercitiva, distribuídos pelos municípios mato-grossenses de Cuiabá, Barra do Garças, Pontal do Araguaia, Canarana, Novo São Joaquim e Ribeirãozinho.

A ação desencadeada foi resultado em um trabalho conjunto da Polícia Federal (PF) com a Controladoria Geral da União (CGU), iniciado em fevereiro deste ano.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 144 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal