Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/12/2010 - Bom Dia Sorocaba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Cuidado! Estelionatários querem colocar a mão no seu 13º

Por: Ana Lúcia Ferreira

Com dinheiro circulando no comércio e o movimento intenso de pessoas no centro, por causa do Natal, dezembro é considerado o mês preferido de golpistas em São José dos Campos e Taubaté; Nessa época, os picaretas querem fazer da sua grana o 13º deles.

Cuidado, escondam a carteira. Dezembro chegou e além do 13º salário e das compras de Natal, ele trouxe um exército de estelionatários, que se instalou nos centros comerciais de São José dos Campos e Taubaté de olho no seu dinheiro. E atenção, esses malandros estão dispostos a fazer qualquer negócio e usam de todos os artifícios para conseguir seus objetivos, até mesmo usar disfarces e perucas.

Os golpes são antigos, como o do bilhete premiado e o do pacote, porém eficientes: todos os anos, fazem novas vítimas.

Essas quadrilhas especializadas têm como alvo aquele consumidor mais distraído, que está com a carteira cheia de dinheiro. A regra é essa: quanto maior o dinheiro em circulação, mais picaretas nas ruas.
E na região do Vale do Paraíba, no mês de dezembro, o que não falta é grana no bolso.

DINHEIRO

Em São José, a expectativa é que somente o 13º salário coloque em circulação R$ 250 milhões. O pagamento da PLR (participação de lucros e resultados) e de outros bônus salariais aos funcionários devem somar R$ 150 milhões.

Em Taubaté, o pagamento do 13º salário deve injetar R$ 153,2 milhões na economia da cidade. O pagamento da PLR nas duas principais empresas da cidade soma R$ 68,7 milhões.

“Eu acredito que só cai nestes golpes quem tem ganância. Em algum momento o golpista enxerga cobiça na vítima, e partir deste momento, o bandido consegue agir”, disse o investigador chefe do 1º DP (Distrito Policial) de São José, Nilson Fernandes de Mello.

Caso/Mas o bandido não vive só de 13º salário. Muito antes do pagamento do abono, Joana Gomes de Souza, de 64 anos, foi vítima de um golpe em São José. No último dia 26, um golpista se passou por funcionário do banco em que ela tentava sacar um benefício (R$ 510).
Ele ofereceu ajuda para a vítima, que entregou o cartão e o golpista sacou o dinheiro. Ela não percebeu o golpe.

“Usaríamos esse dinheiro para comprar comida aqui em casa. Ela é alvo dos bandidos porque é inocente", disse o filho de Joana, Amarildo José de Sousa, de 31 anos.

Desconfie sempre

Muitos golpes somente acontecem com o descuido da vítima. A orientação geral dos especialistas em caso de abordagem de uma pessoa estranha é evitar ao máximo a conversa. As primeiras informações passadas ao suspeito serão suficientes para aplicação do golpe. Fique atento aos esbarrões nos locais de grande circulação de pessoas. Os bandidos usam esta tática para furtar celulares e carteira.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 179 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal