Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

01/12/2010 - pe360graus Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpistas aproveitam o clima de fim de ano para conseguir dinheiro fácil

Os golpes de Natal são praticados nesta época do ano por telefone ou pela internet. Eles fazem o cidadão acreditar que ganhou um prêmio ou que o filho foi sequestrado.

No celular, um torpedo e uma proposta tentadora. O toque do telefone também pode vir seguido de um susto. Foi assim com seu Sérgio de Oliveira Pires. “Apareceu uma voz meia indefinida de uma pessoa chorando e pedindo ajuda. Logo em seguida veio a voz de um homem dizendo se eu quisesse salvar minha filha eu tinha que dar 20 mil reais”, conta o aposentado. Durante a conversa, Sérgio desconfiou do golpe e desligou.

Os filhos pequenos de José Delgado estavam em casa quando ele recebeu a ligação. “Eles falaram assim ‘nós sequestramos seu filho’. Aí começou: ‘pai pai pai, eu tô morrendo’. Meus filhos estavam no meu quarto tudo certinho”, lembra o empresário.

As tentativas de golpe podem acontecer por celular, telefone fixo, e-mail ou carta. Os bandidos costumam variar as histórias, os truques, mas sempre com o mesmo objetivo: conseguir dinheiro fácil.

Mesmo que a carta ou o e-mail se pareçam com correspondências oficiais, como o que alerta para título eleitoral cancelado, não se deve responder.

Diante das ameaças por telefone é importante nunca falar nome ou dar informações sobre parentes, elas certamente serão usadas pelos falsos sequestradores. “Usa o nome do filho do sobrinho ou quem a suposta vítima falar. A melhor coisa é desligar, e nos outros casos não esticar o assunto”, explica Eduardo Gobetti, delegado.

Carros com preço muito abaixo do mercado, prêmios, créditos de herança, pecúlios inesperados... Não faça nada, principalmente depósitos bancários antes de checar.

Por que as pessoas ainda caem nestes golpes? “Primeiro pela desinformação e pela vontade de ter a vantagem da coisa. A pessoa acaba, como se diz na gíria, ‘crescendo o olho’, e vê que tem um valor alto receber e acaba fazendo deposito esse tipo de coisa”, diz o delegado.

Na Delegacia de Repressão ao Estelionato em São Paulo, o delegado está juntando queixas num único inquérito para tentar prender esse tipo de golpista. “Eles usam telefones com cadastros frios, contas bancárias com cadastros frios, pelo fato de ser móvel, esses telefones serem móveis”, conta o delegado.

O TSE informou que a Justiça Eleitoral nunca envia mensagens eletrônicas para os eleitores. Se você desconfiar de algum e-mail recebido, procure pessoalmente os órgãos oficiais, os bancos ou as lojas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 135 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal