Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/10/2007 - Maracaju News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraudes em postos na mira da ANP


A Agência Nacional de Petróleo lacrou ontem seis bombas de gasolina e álcool de um posto localizado na Avenida Júlio de Castilhos. A gasolina com índice superior a 30% de álcool, quando o máximo permitido é de 25%. Segundo informações extra-oficiais, um outro posto de combustível foi lacrado totalmente. A fiscalização voltará a Campo Grande na próxima segunda-feira para dar continuidade nas autuações.

Enquanto isso, os consumidores que chegam até ao posto para abastecer, são informados pelos frentistas que as bombas estão lacradas. Para "disfarçar" o lacre, foram colocados estopas sobre eles, tornando difícil vislumbrar que a bomba está inoperante.

Menos de um litro

Além da autuação devido à qualidade dos combustíveis, a fiscalização está autuando postos que estão com as bombas alteradas para contar um litro, porém, o combustível que vai para o tanque do carro é inferior a essa medida. Por exemplo, o consumidor poderá pagar por 15 litros de gasolina, mas na realidade apenas dez litros foram para o tanque.

Outra fraude que também está na pauta da fiscalização é a clonagem de CNPJ, ou seja, postos estão trabalhando sem o registro da empresa.

A fiscalização da ANP autua os postos depois de uma série de irregularidades cometidas com os combustíveis, resultado das análises feitas pelo Laboratório de Análise de Combustíveis (Labcom) da UFMS. O tempo de permanência dos fiscais em Campo Grande, na próxima semana, não foi revelada pela ANP.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 336 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal