Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/11/2010 - Olhar Direto Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Empresa acusada de fraude em licitação pode fazer obra para Sinfra

Por: Pollyana Araújo


A Silgran Construções Ltda está entre as empresas classificadas pela Secretaria de Infraestrutura do Estado (Sinfra) para a execução de serviços de pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais em Ribeirãozinho (a 465 quilômetros de Cuiabá). O que causa estranheza, porém, é o fato de a empresa ter sido apontada pela Polícia Federal como a maior beneficiária de um esquema fraudulento que manipulava e direcionava o resultado dos processos licitatórios para obras de infraestrutura.

O asfalto a qual se refere a licitação na modalidade 'Tomada de Preços' será construído nas ruas Dom Aquino Corrêa e São João, num total de 3.342 metros quadrados. Além da Silgran, a obra também poderá ser executada pela LL Construtora Ltda.

O superintendente de Licitação da Sinfra, Eduardo Tomio Iwashita, e o secretário da pasta, Arnaldo Alves de Souza Neto, deram o prazo de cinco dias, a contar do último dia 26, para que aqueles que quiserem contestar o resultado classificatório ingressem com recurso.

As investigações da PF culminaram na prisão de 26 pessoas durante a Operação Atlântida, deflagrada na semana passada nos municípios de Barra do Garças, Novo São Joaquim, Canarana, Pontal do Araguaia, Campinápolis, e Ribeirãozinho.

O proprietário da Silgran, Antônio Cesara Silveira, está entre os que foram presos e é apontado como o maior beneficiado das fraudes, juntamente com Luiz Antônio Jacomini, sócio-proprietário da empreiteira Assecon. A Silgran presta serviços ao Estado por mais de 10 anos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 125 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal