Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

27/11/2010 - Portal Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Novo passaporte permitirá trânsito sem intervenção humana

Por: Daniel Favero


O novo passaporte eletrônico brasileiro deve começar a ser emitido em janeiro de 2011, afirma o Coordenador do Grupo de Atendimento e Tratamento de Incidentes de Segurança da Polícia Federal, Ivo Carvalho Peixinho. O diferencial será o uso de tecnologia de identificação à distância por meio do chip RFID implantado na contracapa do documento. "O viajante poderá fazer emigração sem nenhuma intervenção humana", explica o perito da PF.

O novo modelo foi apresentado durante a 30ª reunião do Grupo de Trabalho em Segurança de Redes, em São Leopoldo (RS), nesse fim de semana. "O chip poderá ser lido a uma distância máxima de até 10 cm e a leitora vai poder obter informações adicionais desse chip para garantir que o passaporte é real, que não foi alterado, que não foi falsificado, além de informações sobre o portador como foto e opcionalmente digitais e dados da íris", diz Carvalho.

O modelo experimental (piloto) desse novo passaporte eletrônico, desenvolvido de acordo com os padrões da Organização de Aviação Civil dos Estados Unidos (Icali), deve começar a ser usado em dezembro por autoridades diplomáticas. "Hoje, o Ministério das Relações Exteriores já emite o passaporte oficial para as autoridades diplomáticas com esse chip".

Segundo Carvalho, estão sendo trazidas para o Brasil duas cabines de emigração automática, cedidas pelo governo português, que serão instaladas no aeroporto de Brasília, para o uso de autoridades que estiverem indo para ou voltando de Portugal. "A pessoa entra na cabine e coloca o passaporte no sensor que fará todas as averiguações de segurança". Segundo ele, dentro do cubículo, será tirada uma foto que será comparada com a foto do passaporte.

Segundo Carvalho, visualmente o passaporte continuará igual, mas a fabricação, que hoje é realizada pela Casa da Moeda, deverá ser alterada para colocação do novo recurso e gravação das informações. "No entanto, a emissão do documento vai permanecer inalterada para a população", explicou. O perito não soube informar se haverá aumento de valor para a emissão do passaporte, que hoje é de aproximadamente R$ 150.

A tecnologia já é usada por alguns países da comunidade européia e de forma similar nos Estados Unidos. "Os padrões dos passaportes sempre estão evoluindo e as fraudes vão ficando mais sofisticadas, então ele deve estar sempre à frente desse tipo de coisa. Em relação ao passaporte atual, só existe um caso de fraude detectado e a pessoa foi presa no aeroporto".

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 135 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal