Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/11/2010 - Teresópolis Jornal Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Cuidado com a “Gripe do Natal” na Internet


A festividade natalina é um prato cheio para “espertalhões” da internet espalharem vírus, ou até ludibriar compradores com anúncios fictícios. Atenção redobrada pode evitar problemas para internautas.

No Natal as vendas aumentam não só nas lojas físicas, mas também nas virtuais. E essa procura maior por bons preços e produtos é um prato cheio para hackers e internautas mal intencionados criarem novos meios de espalhar vírus pela rede mundial de computadores. Surge, então, uma espécie de “Gripe do Natal” – computadores contaminados por vírus diversos e que, sem querer, acabam contaminando computadores de amigos.

O perigo mais comum nesse período são as mega promoções. Segundo a advogada Cristina Sleiman, especialista em direito digital, os vírus vêm normalmente por e-mail e na maioria das vezes com a intenção de furtar dados pessoais importantes dos internautas “Nessa época de natal aumenta muito a circulação de e-mails com promoções tentadoras demais, porém falsas e normalmente pedindo para o leitor clicar em um link, que ele não sabe, mas que instala um vírus na máquina. O objetivo é furtar dados, principalmente senhas de banco,” comenta a advogada.

O problema com os vírus que circulam por e-mails e às vezes até sites de compra falsos não afeta apenas o computador pessoal. Uma empresa que permite ao empregado o uso da ferramenta de internet para fins pessoais, como e-mail e navegação livre para compras, também corre o risco de ter dados furtados. “A empresa corre sérios riscos nessa época, pois muitos empregados passam mais tempo no computador da empresa do que em casa. Se a empresa permite o uso da internet para acesso ao e-mail pessoal e para compras, ela corre o risco de ter esse tipo de vírus instalado em toda a rede de computadores e assim, ter todo o tipo de dados extraviado”, diz Cristina Sleiman.

O segredo é ter muito cuidado com o e-mail e sempre ter certa desconfiança, segundo a advogada. “O internauta tem que estar atento e desconfiar sempre de promoções mirabolantes. É importante conferir se a promoção e se a empresa que enviou o e-mail realmente existem. Uma pesquisa pelo mecanismo de busca do Google às vezes já tira a dúvida do internauta e mostra se a empresa e a promoção realmente são verdadeiras”.

Esse cuidado redobrado que Cristina Sleiman indica, também é importante para outra ocorrência que aumenta muito no período natalino.

Muitos sites fazem anúncios falsos: o cliente compra, paga pelo produto, mas não o recebe. “Quando se faz compras pela internet tem que haver mais cuidado do que na loja física. É preciso verificar se a empresa na qual você está comprando tem CNPJ, tem e-mail e telefone de contato e se eles realmente funcionam. Além disso, é sempre bom observar opiniões de outros compradores e principalmente, na hora da transação, conferir se aparece o cadeado no canto direito da página, indicando que a compra é segura”, avisa Cristina Sleiman

Redobrar a atenção com o que faz na internet é a vacina para evitar pegar a “Gripe do Natal” e, consequentemente, sofrer com os sintomas da doença, que incluem dor de cabeça, irritação e até um desfalque financeiro inesperado. Ter o cuidado de verificar as informações que recebe evita vírus e transações com vendedores mal intencionados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 142 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal