Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/11/2010 - Diário de Cuiabá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem é preso por usar nome do governador para dar golpe


A Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Administração Pública cumpriu ontem mandado de busca e apreensão na residência de João de Almeida Filho e sua suposta revista Exímia Tributária. O investigado é suspeito de crimes de estelionato praticado com o uso indevido do nome do governador do Estado, Silval Barbosa, e da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

O suspeito é investigado em crime de estelionato cometido na promoção dos eventos “Melhores do ICMS” e “Mérito Empresarial do ICMS” utilizando indevidamente os nomes de Silval da Cunha Barbosa, do secretario de Fazenda, Edmilson José dos Santos, e de diversas entidades, a exemplo da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional de Mato Grosso, Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) e Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt).

Na residência do suspeito, os policiais apreenderam certificados, convites, relação de empresas e recibos de pagamentos. O golpista utilizava o timbre do governo do Estado e da Sefaz e outros órgãos para ganhar credibilidade e a adesão de empresas que pagam entre R$ 500 e R$ 1 mil para participar dos eventos. Um dos eventos está marcado para o próximo domingo, no Hotel Fazenda Mato Grosso.

Recentemente a Sefaz e a Fiemt emitiram nota informando que não são parceiras da empresa Exímia Tributária que promove o evento “Prêmio Melhores do ICMS 2010”, e que não concederam autorização para o uso da imagem e marcas dos órgãos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 142 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal