Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

25/11/2010 - B2B Magazine Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

“Um único golpe de phishing poderia roubar US$ 100 mil por mês no Brasil”, diz ESET


Não exatamente para nosso orgulho, o Brasil continua se destacando como uma das maiores fontes de crimes virtuais. Em 2010, o país ocupou o quarto lugar no ranking de hospedagem de sites com malware e que recebem dados roubados pela web, segundo estudos recentes. O ato criminoso de coletar dados de usuários através de sites falsos é conhecido como phishing – atividade que representa 49,9% dos ataques virtuais reportados por internautas brasileiros, segundo o Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (CERT.br).

E essa tendência segue cada vez mais forte, chamando a atenção de entidades de segurança digital no mundo todo. Por exemplo, o Laboratório de Investigação de Ameaças Virtuais da ESET América Latina publicou recentemente em seu blog dois posts chamando a atenção sobre fraudes específicas de phishing muito disseminadas no Brasil. Em geral, a maioria das tentativas dos criminosos simula sites de bancos ou empresas de cartões de crédito.

Simulando o visual das páginas oficiais das instituições, os fraudadores solicitam que o usuário insira seus dados bancários, como senha e número da conta. O que chama a atenção dos especialistas da ESET é o lucro obtido pelos cibercriminosos, que cada vez mais utilizam novas artimanhas para driblar os mecanismos de segurança e a atenção do internauta. Eles invadem sites já existentes para hospedar suas páginas falsas, o que permitiu a Joaquín Varela, Engenheiro de Malware da ESET, fazer um cálculo simples de como esses golpes podem resultar em dinheiro fácil para os criminosos.

“Comparando as estatísticas de acesso ao site, no mês de março (quando foi propagada a fraude específica analisada) ele recebeu um total de 2013 visitas, sendo que a média mensal não era de mais de 60 visitas por mês”, analisa Joaquín. “Se considerarmos que pelo menos 2 mil desses visitantes acessaram o site através do falso e-mail do banco, definindo um valor de 50 dólares extraídos de cada conta de usuário, o criminoso virtual poderia obter cerca de 100 mil dólares em um único mês”, conclui.

O especialista alerta ainda sobre variações deste tipo de golpe por e-mail, geralmente utilizando nomes de empresas muito conhecidas no mercado, solicitando ao internauta que insira dados para participar de promoções ou ganhar prêmios e descontos exclusivos. “Um dos aspectos mais críticos desses ataques é que o mesmo site utilizado para hospedar o golpe é vulnerável, expondo os dados dos usuários a todo o mundo. Qualquer pessoa com certos conhecimentos de informática pode navegar pelos diretórios do site e visualizar os arquivos contendo os dados coletados”, alerta Joaquín.

“Devido a casos como esses, é muito importante que o usuário tenha conhecimento de boas práticas de navegação, evitando cair nesse tipo de golpe. Medidas simples como verificar o certificado de segurança do site ou observar o endereço de destino de links podem prevenir grandes prejuízos”, comenta Camillo Di Jorge, country manager da ESET Brasil. “Devido ao enorme lucro que esses criminosos obtém com essas fraudes virtuais, e à aparente sensação de impunidade que acompanha esse meio, esses golpes não devem parar de surgir tão cedo”, conclui.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 127 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal